Comissão Nacional de Protecção de Dados confirma:

lista VIP das Finanças estava em funcionamento desde Novembro passado.