Casa Bronca

Então estamos assim: Rex Tillerson, Secretário de Estado dos EUA, diz que devem iniciar-se negociações com a Coreia do Norte sobre a questão nuclear sem por em causa o regime. O manda-chuva da CIA, pelo seu lado, diz que a questão do regime tem de estar em cima da mesa. Trump, com a habitual subtileza estratégica, está-se nas tintas para complicações e diz que põe aquilo tudo a ferro e fogo. Às vezes – cada vez mais vezes…- não têm alguma saudade dos tempos em que o imperialismo tinha alguma racionalidade – uma racionalidade cruel, criminosa, sim, mas inteligível ?…

Comments

  1. PetróleoNoBeato says:

    Imperialismo com alguma racionalidade cruel, criminosa, sim, mas inteligível ?
    Como no caso da Rússia com a Ucrânia ?
    Ou de Israel com a Palestina ?

    Com os EUA tenha juízo, pense: Há petróleo na Coreia ?

  2. Rui Naldinho says:

    Houve um tempo, na chamada Guerra Fria, quando imperava a Real Politik, em que ambos os países dominadores das agendas ideológicas do planeta, se entendiam sobre coisas, que para eles eram básicas, como por ex: “manter o Status Quo”. A chamada correlação de forças. Mesmo que sacrificando os povos locais, que se tentavam libertar do jugo imperial.
    Hoje, de facto, não existe qualquer racionalidade, nem um fio condutor nos ditames da hipocrisia política. Só vejo incompetentes. E uma manada de “asnos” atrás deles!
    O Mundo sempre foi péssimo para uma grande maioria de pessoas, medíocre para outras tantas, e bom uns quantos grupos dominantes. Mas hoje, acho que está pior para todos, à escala de cada um.
    Já nem se pode gozar a fortuna em paz e sossego!

  3. JgMenos says:

    ‘Imperialismo’ versus ‘Querido Líder’.

  4. Paulo Só says:

    Muito elucidativo sobre esses grupos, muito ativos na América Latina, e que já mostraram seu poder na Europa (na campanha pró-Brexit) e só esperam novas oportunidades. Em Portugal, a direita do PSD liderada por Passos Coelho parece aberta a essas tendências nomeadamente através dos institutos que apoiam o “empreendedorismo”, e nos que apoiam a intervenção dos EUA na Venezuela.
    https://theintercept.com/2017/08/11/esfera-de-influencia-como-os-libertarios-americanos-estao-reinventando-a-politica-latino-americana/

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.