Não podem ser colocados limites à liberdade de expressão


Exceptuando obviamente agressões ou ofensas. Dito isto, se alguém se sente ofendido, que apresente queixa, os Tribunais existem para isso mesmo. Ainda que estejam a oferecer tempo de antena a um troll, que procura usar humor negro para se fazer notar. Sem sucesso há que dizer. Quanto a censurar este palerma ou seja quem for, obviamente estou contra, já bastaram os anos sombrios em que existiu lápis azul…

Comments

  1. Antonio Correia says:

    Aí está uma boa explicação.

  2. A.Silva says:

    Os grunhos de direita acham bem o discurso de ódio de gente como o passos ou o trump e depois, coitados, ficam todos melindrados quando lhes respondem ao nível da sua miséria intelectual.

    • joão lopes says:

      só a dona matos tem o direito de ofender,mas se alguem lhe diz que os loucos não sabem que estão loucos,fica toda melindrada,a pnr de serviço.

  3. ganda nóia says:

    é, antónio, eu sei porque é que o achas um troll e porque é que dizes que é sem sucesso. é porque ele tem atirado piadas bem certeiras a ti e aos teus amigalhaços liberais selvagens.

    tal como a maria vieira, o senhor pnr, e ribeiro e castro (que delírio, deste não esperava aquela reacção absurda!), o que te incomoda é que o joão quadros é de esquerda. se fosse o quintela a fazer uma piada igual sobre a esposa do guterres para ti era igual ao litro. e não seria um troll que se tenta fazer notar sem sucesso.

    e agora aproveitas uma piada estúpida – não foi mais que isso – para o atirares para a fogueira. sim, é o que estás a fazer à socapa pelo meio dessa defesa da liberdade de expressão. isso é um “liberdade de expressão, mas”.

    • A piada não foi só estúpida, foi mesmo de muito mau gosto. No meio de tanto tiro, alguns hão-de sair ao lado. É pena, mas não “apaga” os muitos certeiros.

  4. MorraoAlmeida,sim. says:

    Mais uma do Almeida de serviço ao Aventar, em figura de estilo Correio da Manhã.

  5. joão lopes says:

    liberdade é uma coisa,ofender é apenas má educação,que serve tanto para a esquerda como direitas,por falar nisso,os colunistas do Observador não fazem mais que ofender o costa,o marcelo,e o resto que não se enquadre no umbigo da direita,liberdade é o quê,afinal?

  6. JgMenos says:

    Alto representante do estado do humor na choldra, dar-lhe livre expressão é serviço público.
    Dar-lhe resposta, por questões de sanidade, deve ser reduzida a uma das muitas palavras que a riquíssima língua portuguesa generosamente oferece. A minha escolha é: GRUNHO!

    • José Peralta says:

      Olh’ó “menos” !

      Sabes, “menos” fui revisitar as crónicas de João Quadros, para “apoiar” a minha tese de que não será ele a escrever aquelas abjecções ignóbeis, mas estará a ser vítima de um processo de destruição (e até prova em contrário, admito estar enganado !).

      E olha, entre alguns títulos, este em que ele fala num “PSD de contrafacção” em termos absolutamente “legíveis” que não ofendem ninguém, ou outro em que ele fala no “negócio” do “terço” gigante da joana vasconcelos no outro “negócio” de Fátima !

      Motivadoras de gente “bem pensante” como tu, veneradora “da moral e dos bons costumes”, para que logo logo tentem usar o anel com cicuta, ou outra forma mais dolorosa de se vingar…digo eu !

  7. Não havia necessidade…
    Sim, que necessidade há de escrever sobre a doença de alguém, nos termos em que o Sr Quadros o fez?
    Ficam sabendo que sei muito bem como se constroem essas dicotomias esquerda direita. O cancro da Laura é de esquerda ou de direita?
    Não sei de que lado o esse Sr. Quadros nem quero saber…
    Mas parece-me que o comportamento dele em escrever sobre a doença da mulher de PPC não tem nenhuma justificação. É um ato falhado. Também o Sr, Quadro vai morrer e possivelmente de cancro, à semelhança de muitos de nós.
    A Carta dos Direitos do Homem é de direita ou de esquerda?
    Noto que há muita falta de conhecimento do tipo “para além da fachada”. É importante ver mais para além da fachada.

  8. Rui Naldinho says:

    Acho inqualificavel aquilo que João Quadros escreveu. Para além do mau gosto, hà um nivel no discurso político que devia ser sempre, mas sempre, inultrapassável.
    Mas ver esta direita indignada, depois do que assistimos nas redes sociais e nos jornais, no último ano de vida de Mário Soares, apetece-me dizer-lhes que metam mas a mãozinha na consciência, e se deixem de puritanismos.
    Ha blogues ligados ao PSD, que devem fazer Trump e a sua máquina de propaganda, corar de inveja.

    • joão lopes says:

      precisamente.neste momento esses blogues servem para insultar, mais como forma de provocção,para testar a paciencia das pessoas.o chamado agit prop…o passo seguinte é provocar a discussão e a divisão(dividir para reinar-alias isso é a unica coisa que o trump sabe fazer).mais outra(agora do agit prop ou liberdade de expressão):e se eu me lembrar de dizer que os fogos são provocados por militantes do psd,posso?

      • José Peralta says:

        joão lopes

        (…) “e se eu me lembrar de dizer que os fogos são provocados por militantes do psd, posso? ”

        Os fogos podem NÃO ser provocados por militantes do PSD, mas…têm dado “muito jeito” a alguns “abutres” do PSD e do CDS !

    • Rui Naldinho says:

      …há um nível …
      …metam mas é,…

    • Paulo Marques says:

      Discurso político? Mas o homem candidatou-se a alguma coisa?

      • Rui Naldinho says:

        Joao Quadros escreve no Jornal de Negócios. Afirmar que um cronista ou um jornalista, não teem um discurso político, equivale a dizer que o Correio da Manhã, o Sol, o “i”, o DN, o JN, etc, etc, não teem também eles uma agenda política.

        • José Peralta says:

          Rui Naldinho

          Estou de acordo consigo, e repito aqui o que penso .

          As crónicas de João Quadros, não “costumam” ter nada que se assemelhe ao exemplo publicado no texto de António de Almeida ! E também outros, iguais em abjecção, relatados no FB, com um patente “prazer orgásmico” por essa megera, que agora lhe deu “a maluca” para atacar tudo e todos, desde o Presidente, ao Costa, a todo o Governo, a alguns colegas que lhe deram solidariedade e a mão, na hora da doença, e que agora ela morde com ferocidade ! Uma actrizeca de baixo valor e conteúdo, de seu nome maria vieira ! Uma megera que não esconde o seu “amor” au trump(a), e advoga que entre outras coisas, ele tem “razão” não “há nenhum aquecimento global”, mesmo que saibamos que as grandes massas de gelo polar, estão rápidamente a…derreter !

          E, por não ler nada de João Quadros, semelhante aos exemplos publicados, repito a pergunta (óbviamente, não dirigida a si em particular !):

          A tal “liberdade de expressão”, não estará a servir para tentar estigmatizá-lo e aniquilá-lo ?

          • Rui Naldinho says:

            Eu leio o João Quadros. Admiro-me de ele ter resvalado para este tipo de discurso. Não concordo. E como tal tenho de o criticar.
            Agora, ver a direita travestida de puritana gente, em especial aquela que nunca ousou criticar os constantes ataques, mórbidos até, a Mário Soares, deixa-me perplexo!
            Bem podiam corar de vergonha. Mas isso nunca foi apanágio deles.
            Leia o artigo de Rui Tavares no jornal Público, de ontem, na última página, e verá como certa direita entrou definitivamente em estado de desespero. Há hoje uma Trumpetização da nossa direita, mesmo aquela que não se identificou inicialmente com a vitória de Donald Trump nos EUA.

          • Rui Naldinho says:
          • José Peralta says:

            Rui Naldinho

            Mas ele “resvalou” mesmo ? É que a minha dúvida é essa e permanece !

            Quanto ao desespero de PSD e CDS, é patente e sobre esse não tenho dúvidas, e refiro-o constantemente no meu FB e aqui no AVENTAR !

          • Rui Naldinho says:

            Ninguém, a não ser o próprio pode garantir isso! Mas o silêncio dele, parece-me comprometedor.
            Só ele poderá confirmar ou desmentir. Vamos aguardar e logo tiraremos conclusões.

  9. Atentem no último parágrafo do do comentário do sr Almeida neste mesmo espaço em 2014

    António de Almeida diz:

    26/01/2014 às 20:35

    Sim, sou a mesma pessoa. Não permaneci em silêncio, apenas estive fora da net o dia todo. Tenho vida para lá da net, felizmente.
    Quanto à minha defesa da existência de partidos nazis e antes que pretend deturpar o que disse, defendo sim o direito à existência de todos. Nazis, maoístas, estalinistas, adoradores do demónio ou fundamentalistas religiosos, não me interessa. No plano das ideias, para mim todos as podem expressar livremente. Na prática, qualquer acto que infrinja a Lei deve ser punido. Percebe a diferença? como parece ser o seu caso, que não suporta quem discorda de si. É que eu defendo e prezo a Liberdade, mesmo daqueles que pretendem tirar a Liberdade aos outros.

  10. José Peralta says:

    António de Almeida

    Tenho lido alguns textos de crítica política certeira e/ou jocosa de João Quadros, que não se parecem, nem de longe com os termos abjectos do exemplo que publica no seu texto, e de outros que já foram também publicados por uma autêntica megera, uma actrizeca de baixa moral e coturno de seu nome maria vieira !

    Não sou “advogado de defesa” de João Quadros e, se os factos forem verdadeiros, me desmentirem, aceitá-lo-ei sem rebuço !

    Mas, pelas crónicas de João Quadros que tenho lido, pergunto :

    Não estará ele a ser alvo e vítima de uma campanha persecutória para o aniquilar ?

    É que a liberdade de expressão que invoca, também pode servir para isso…

  11. Paulo Marques says:

    É lamentável e de mão gosto, embora se a família fosse toda queimada vida provavelmente eu ainda celebrava com um bom vinho. Mas uma figura que é seguida por tantas pessoas tem outras responsabilidades sociais, a mim ninguém liga. Há discursos muito piores com consequências relevantes.
    Como o da tangerina americana, para não variar.

  12. atento às cenas says:

    o que disse o quadros sobre a mulher do passos?

  13. Um democrata a escrever aqui no meu de tantos camões e abrantes, deve ter uns nervos de aço. Parabens e que lhe façam uma estatua, pelo esforço de tentar mostrar as estes trollś de eleição e luxo o que é ser livre.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s