Fenprof de regresso


Após as autárquicas, o sindicalismo reaparece

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Sim, e daí?
    É algo novo? É algo estranho?
    Eu acho que é mais estranho constatarmos que antes e após as autárquicas, é possível termos autarcas que foram condenados por actos criminosos…

  2. Rui Naldinho says:

    A Direita, aquela que sempre se insurgiu contra o sindicalismo, que os acham todos uns comunistas, não fazem a coisa por menos, asneiam pelo regresso deles e em força:
    – Avante, camarada, avante, Junta a tua à nossa voz!
    ( diz em surdina, um simpatizante, do CDS)

    Os mesmos que ainda à bem pouco tempo achavam as greves ilegais, a começar nos lixeiros municipais, acabando nos trabalhadores da Auto Europa.
    – Batam palmas! Batam palmas, que o sindicalismo voltou!
    ( incentiva um deputado Laranja, na Comissão política do PSD)
    – Agora que o PCP perdeu dez câmaras, é quecvao ser elas!
    ( remata outro dirigente, com aspirações na liderança)

    Afinal, os sindicatos por vezes dão um jeitaço do caraças, em especial quando não temos nada de novo para prorpor ao eleitorado, que não a mesma receita do costume.
    – Viva a Fenprof!
    – Viva a CGTP !! (diz em surdina o povo Laranja)

    • Rui Naldinho says:

      ..a coisa por menos. Anseiam pelo regresso deles, e em força:
      … agora que o PCP perdeu dez Câmaras, é que vão ser elas!

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        A propósito das Câmaras que o PCP perdeu e porque a história sobre o retorno dos sindicatos é conversa para “boi dormir”, deixe-me dizer-lhe que é um regalo assistir àquelas mesas redondas da SIC e da RTP, nomeadamente, onde as “carpideiras democráticas” divagam filosoficamente sobre a derrota do PC nas autárquicas. E quem ouve aquela figura inenarrável do José Eduardo Martins falar sobre o tema, com a sua voz sibilina, nem se dá conta que o PSD conseguiu atingir o mais baixo resultado de sempre.
        Eu acho que a direita não só tem lata, como é também dotada de uma desfaçatez imensurável e a esta classe jornalística que com eles faz coro, é do mais rasteiro que vai aparecendo.

        • Rui Naldinho says:

          Por este dias descobri que há um Blogue com o nome de “maioria silenciosa” onde se tecem os maiores elogios a Pedro Passos Coelho.
          Estou a adorar as exéquias políticas do antigo líder do PSD. Do Observador às Televisões, aquilo é só viúvas, como diz o Jorge Cordeiro.
          Mas achei piada ao nome do Blogue, ” maioria silenciosa” que pretende fazer-nos recuar aos tempos do PREC. Com a célebre manifestação na Alameda.
          “Não se percebe é como a “maioria silenciosa”, a existir, não foi votar maciçamente no PSD, pelo menos nos grandes centros urbanos, fazendo jus ao nome, e ao seu reconhecimento, pelos serviços prestamos pelo grande líder, Passos Coelho” .
          Esta eleições autárquicas, mais do que as festividades socialistas, tem sido um autêntico carnaval de estupidez, por parte dos dirigentes e simpatizantes do PSD.
          Mas é o que temos. E temo que isto não mude tão depressa, o que é mau para a nossa democracia.

  3. é só rir says:

    lol. mais do mesmo, almeida. reaparece quando considera que se justifica. por mais teorias da conspiração que os liberaletes inventem.

  4. Paulo Marques says:

    Porquê, já foram resolvidos os problemas da educação ou afinal tivemos mais um concurso de palhaçada inconstitucional?

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s