União das Juventudes Populares Soviéticas

UJPS.jpg

Fotografia via Sergei Ilnitsky Photography

Quando era pequeno, ouvia muitas vezes os mais velhos dizer que “se isto fosse governado pelos comunistas, estávamos tramados e íamos andar todos vestidos de igual”. A ideia de andarmos todos de uniforme era, e continua a ser, algo que me horroriza. E eu detesto andar de sapatos.

Anos mais tarde, dou por mim a presenciar o inesperado: uma juventude partidária de direita, que usa o argumento da irreverência da juventude, e mais uns quantos bla bla blás, para impor um dress code num congresso partidário. Imagino o alarido que seria se fosse a JCP a impor um uniforme aos seus militantes. Era o drama soviético all over again.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    O CDS faz-me lembrar aquela Congregação religiosa Norte Americana, “desconheço o nome”, mas isso também pouco interessa, andam aos pares, sexo masculino, fato, sapatos e gravata negra, camisa branca, com as suas pastas ou mochilas de cor escura, …aiii, como é que eles se chamam?
    Sim, são esses!

    https://mormonsud.net/temas/vida-mormon/razoes-para-ser-mormon/

  2. Bento Caeiro says:

    Oh Mendes andas muito distraído, ou será da idade?
    A uniformização não caracteriza, per si, uma formação; permitindo distingui-las de outras, porventura de ideologia oposta.
    Atenta o que se passava em Portugal – com a Mocidade Portuguesa – em Espanha, Itália e na Alemanha de Hitler, mas também na Rússia e nos países da, então, União Soviética, também na China – e na Coreia do Norte – vê as fardinhas e a pose da claque das meninas da Coreia do Norte (palavra que eu quase garanto que, para além da veste, são a duplicação da mesma).
    É um fenómeno de massas e para as massas que visa retirar às pessoas a individualidade do pensar e, como se vê aqui, no vestir – vê a cor das camisas dos apoiantes do Chaves.
    São características – com propósito bem definido – de idéias e formações de natureza totalitária, mesmo que opostas. A intenção é mostrar a pertença a algo de natureza superior, a que os outros deverão aderir sob pena de exclusão. E a gente sabe como essa exclusão se pode mostrar – tanto nos regimes comunistas como fascistas, para o efeito tanto faz.
    (Quem mostrou isto muito bem foi George Orwell em Animal Farm – O Triunfo dos Porcos – “Os animais são todos iguais, mas uns são mais iguais que outros.”).
    De forma que esta tendência tanto é de esquerda como de direita e apenas caracteriza os regimes e formações de natureza totalitária e exclusivista, porquanto intolerantes. Todas, porquanto inibidoras do livre pensar, ser e sentir, serão de repudiar e combater.
    Pelo que os uniformes do CDS – conhecida a ideologia e interesses que lhe estão associados, como as camisas de Maduro – apenas querem dizer isto mesmo: Vejam como nós somos todos iguais entre nós e mais iguais que todos os outros, vós, que não quereis pertencer a algo que é belo e aponta para um futuro radioso*.
    Assim sendo – vós que não o quereis, nem nos querem -preparem-se, porque tal atitude irá ter as suas consequências… Que o digam os da PIDE, os SS e, obviamente, a KGB, os comissários do povo e os controladores do partido.
    O mesmo se aplica às religiões, principalmente às ditas monoteístas, no passado e no presente – como bem se vê no Médio Oriente.

    (*) Nós, também, depois de nos livrarmos do futuro radioso do Antigo Regime, quase tivemos na iminência de levarmos com os o Regime dos Amanhãs que Cantam. Felizmente, tudo passou!

  3. doorstep says:

    Ridendo:

  4. Karl Marx says:

    Estamos aqui a baralhar um bocadinho as coisas, na ânsia de poder malhar na “direita”. Uma coisa é “andarmos todos de uniforme” (lol), outra coisa é impor-se um dress code num evento específico. É uma atitude um pouco elitista, estou de acordo. Mas não há-de fazer muito mal à democracia…

    • Bento Caeiro says:

      Mas não é que esta coisa das ideologias, e das mensagens subliminares que as caracterizam, acaba sempre por produzir os seus efeitos? Tais são os tempos que até termos um Karl Marx ingénuo!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.