Máfia angolana em apuros?

DS

Dizem os jornais que a PGR de Angola está a investigar Isabel dos Santos. Será fake news? Ou será que é desta que a filha do ditador que se fez empresária à custa da miséria do povo angolano começa a pagar o que deve? É que já chateia ver esta tipa armada em empresária de topo, em self made woman, quando na verdade não passa de uma girl estilo jotinha, que viu o seu império crescer à custa de ser filha de quem é. E já era tempo de pôr a máfia angolana no seu devido lugar.

A credibilidade da política

Esta notícia que faz a primeira página do Público de hoje é lamentável por dois motivos. O primeiro é porque mostra um triste retrato social do nosso país que, na realidade, teve nos últimos dois anos uma evolução que fica muito aquém das expectativas que foram criadas e cuja concretização as pessoas legitimamente aguardavam. O segundo motivo é igualmente negativo. É que a política permanece como uma das actividades humanas que menos reporta à verdade. E se é certo que a verdade tem muitos rostos, as máscaras que a política usa fazem dela pouco mais que uma mera encenação, destituída de qualquer valor e de qualquer credibilidade.

Obrigado, Passos Coelho. O PC Chinês nunca esquecerá o importante contributo para a revolução socialista

E.jpg

Fotografia via Expresso

O Partido Comunista Chinês não integrará, com toda a certeza, o lote dos ingratos que se recusa a agradecer as virtudes da governação de Pedro Passos Coelho. Compraram a EDP a preço de saldos, entre outras aquisições, e agora é vê-los colher os dividendos da pechincha.

A EDP terminou o ano de 2017 com um crescimento e 16%, o que corresponde a lucros na casa dos 1113 milhões de euros, dos quais 21,35% voarão directamente para o bolso dos oligarcas e para os cofres centrais de Pequim. Considerando que a empresa estatal chinesa pagou 2700 milhões de euros pela participação na eléctrica “portuguesa”, recuperar o simbólico investimento inicial não demorará muito tempo. E a torneira dificilmente se fechará. O verdadeiro negócio da China.

Há-de chegar o dia, Keith

KR.jpg

via Blitz

O dia em que uma overdose morrerá de Keith Richards. A malta do Grunge é que não percebe nada da vida de rockstar.