Equivalências políticas manhosas

Fotografia: Reuters

Aqui ao lado, na vizinha Espanha, registou-se um novo aumento no número de políticos de primeira linha com um grau académico manhoso. Daqueles que se obtém ao Domingo, entre o pequeno-almoço e o banho turco, com uma forte componente de inglês técnico e muitas equivalências. Vocês conhecem o tipo.

O novo líder do Partido Popular – uma espécie daquilo seria a tão aguardada absorção do CDS-PP pelo PSD, versão castelhana – Pablo Casado, terá obtido o grau de mestre em Direito Autonómico, pela Universidad Rey Juan Carlos, com 18 equivalências em 22. Para concluir o curso, restava-lhe apenas fazer quatro trabalhos, dos quais aparentemente não existe qualquer registo, e não precisou sequer de colocar os pés numa sala de aula. Uma única vez.

Confesso que nunca percebi a fixação destes políticos de carreira por graus académicos que não têm e dos quais não precisam, por estarem perfeitamente integrados no circuito do tacho, no qual as habilitações académicas tendem frequentemente a tornar-se irrelevantes face a outras habilitações, como as do abanador de bandeiras ou do lustrador de sapatos, formados pela universidade de Verão do seu partido. Recruta, provas de fidelidade, tácticas de guerrilha eleitoral e pré-eleitoral, introdução à entourage, golpes e facadas, assalto ao poder. Mestrado em Direito Autonómico para quê?

Curiosamente, trata-se do mesmo mestrado que tramou Cristina Cifuentes, ex-presidente da Comunidade de Madrid e também do PP, que no final de Abril renunciou ao cargo, na sequência de um caso semelhante ao de Casado. Aliás, a juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Madrid, Carmen Rodríguez-Medel, acusa o diretor do Instituto de Direito Público da Universidade Rey Juan Carlos de ter “favorecido alunos com posição relevante no sector político ou com quem mantinha relações de amizade“. Parecido com algo que já vimos por cá. Mas o líder do PP garante que não se demite. Valente até ao fim, como o grande Miguel Relvas.

Comments


  1. e também temos equiparados a catedráticos

  2. ZE LOPES says:

    É caso para dizer: mesmo com Casado a corrupção no PP continua a morrer solteira!


    • por cá também temos o CDS PP e o ganda benemérito Jacinto Leite Capelo Rego, e Passos e os 7 milhões do fundo social europeu, que a UE quer devolvidos mas o tribunal de Coimbra, ainda nos tempos do orgulhosamente sós e vamos enrolar que eles esquecem de antanho, acha que não. A direita normalmente faz sua a ética e a defesa da moralidade, segue de perto os ensinamentos de Frei Tomás…

  3. Antonio Mendes says:

    Por cá pelo menos o Robles tem um curso de Engenharia a sério. espero que venha a fazer uma boa carreira política…
    Mas se as presidenciais tinham sido ganhas pelo segundo, tinhamos tambem sido brindados com uma nódoa que tinha uma “licenciatura” tirada em França em 2 anos num instituto manhoso.

    Antonio Mendes

  4. JgMenos says:

    Com tanta besta doutorada de copy/paste não me parece caso de grande gravidade.
    Acresce que o homem fala inglês e estudou tempo bastante…

  5. whale project says:

    E entre as lutas a que se propôs, para além dos tradicionais Deus, Pátria e Família e unidade daquela manta de retalhos nascida na cabeça avariada dos Reis Católicos a que se convencionou chamar Espanha propôs o reforço do Código Penal. Para poder condenar à prisão perpetua os independentistas catalães ou para meter na cadeia gente que falsifica habilitações literárias?

  6. Whale Project says:

    Entre as grandes lutas a quie se propõe mais esta “estrela” do universo fascizante, para além dos tradicionais Deus, Pátria e Família e unidade daquela manta de retalhos mantida unida a ferro e fogo durante séculos a que se convencionou chamar Esopanha, conta-se o reforço do Código Penal. Cabe perguntar, para condenar à prisão perpétua os independentistas catalães ou para meter justamente na cadeia quem falsifica habilitações académicas?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.