O glifosato e a morte das abelhas

As abelhas têm estado a morrer sem que se conheça a causa. Porém, um estudo realizado por investigadores da Universidade de Texas, em Austin, vem lançar alguma luz sobre o assunto. De acordo com os resultados obtidos, o glifosato destrói bactérias específicas dos intestinos das abelhas, expondo-as a infecções bacterianas mortais.

Imagem: Alterações na composição do microbioma intestinal de abelhas após exposição ao glifosato (fonte)

[Read more…]

O Brasil merecia melhor…

#EleNão reúne milhares de mulheres no Brasil

Salvador, Brasília, BH, Rio de Janeiro, São Paulo etc – O Brasil antifascista foi às ruas hoje. Milhares de mulheres, homens e crianças para dar um recado que será confirmado no dia 07/10

Se por um lado esse candidato abriu o esgoto mostrando a quantidade de gente racista, machista, misógina, lgbtfobicos e burra, também uniu pessoas com um propósito: #EleNão.

Fotos Mídia Ninja

Crónicas do Rochedo XXVI – Quando o Porto não é de abrigo

Tal como a esmagadora maioria das pessoas dotadas de senso comum, também não consigo perceber mais ESTA decisão do Tribunal de Relação do Porto.

E o grande problema é que não é um caso isolado. Basta lembrar os dois casos mais badalados: um de violência doméstica e outro de violação. Comum a todos estas decisões: o Tribunal de Relação do Porto.

Só tenho uma palavra para tudo isto: MEDO!

Discriminação de género

1293286

É terrível que em pleno século XXI continue a senda da discriminação de género. É terrível que em pleno século XXI continuem a ser vedadas à Mulher actividades que continuam apenas a ser permitidas aos Homens.

[Read more…]

O Brasil quer mesmo uma ditadura?

Jair Bolsonaro não é homem de rodeios. Diz ao que vem, com todas as letras, de forma tão cristalina que ninguém pode alegar não saber ao que vai. Votar Bolsonaro significa votar num regime que discrimina e persegue com base na cor, no género, na orientação sexual ou na ideologia politica. Um regime que defende a tortura, a pena capital, a morte de inocentes como meio para uma estranha forma de ordem social e a posse generalizada de armas de fogo. Que promove a desinformação, o ódio e a rejeição da laicidade do Estado, cruzada que partilha com as seitas evangélicas que exploram, sem vergonha ou escrúpulos, milhões de brasileiros. Que é partidário da violência, da censura e de todas as outras formas de repressão. Votar Bolsonaro, é votar na instauração de uma ditadura. É votar para não mais votar. [Read more…]

Um troglodita chamado Jair Bolsonaro

Coisas da Cultura

Gustavo Peixoto*

Testemunhei hoje uma cena absolutamente hilariante no Museu de Serralves, onde está patente a exposição de Robert Mapplethorpe, tão falada nos últimos dias.

Observando atentamente, numa sala especial da exposição, uma das fotografias mais polémicas do fotógrafo, onde têm especial destaque um dos orifícios excretores do corpo humano e a parte do braço que vai do punho ao cotovelo, estavam dois indivíduos adultos, caucasianos, de estatura média, sendo que um era um homem que aparentava ter trinta e poucos anos, e o outro uma mulher na casa dos quarenta.

A dada altura, o indivíduo do sexo masculino interrompeu a observação silenciosa e atenta do truque contorcionista retratado na fotografia do artista e dirigiu-se, nos seguintes termos, ao indivíduo do sexo feminino que estava ao seu lado, absorto também na profunda maravilha da imagem:

“- Fazia-te umas cuecas de cuspo.”

A senhora chamou a polícia e fez queixa do ordinário, evocando o Artigo 170º do Código Penal, cuja recente alteração veio criminalizar o piropo.

*Curador

A lei que vai matar os ubers

António Alves

Segundo a lei dos rendimentos decrescentes, ou da produtividade marginal decrescente, obtemos cada vez menor produção adicional à medida que acrescentarmos doses adicionais de um dos factores de produção, mantendo fixos os restantes. Ou seja, mantendo constantes os restantes factores produtivos, o produto marginal de cada unidade do factor de produção acrescentado reduzir-se-á com o aumento da quantidade utilizada desse factor.

Imaginemos, mero exemplo académico simplificado, uma pequena cidade capaz de gerar 3900 viagens num mês. E isto é o seu valor máximo. A partir de um certo ponto, mesmo quando a oferta aumenta a sua qualidade, reduz o preço do serviço, ou ambos, a procura não aumenta. A sua elasticidade não é infinita. Só alterações supervenientes noutros factores, como um grande aumento de população, é que poderiam aumentar a procura. Mas adiante, temos uma cidade cujo mercado das viagens em automóvel particular/privado é de 3900 viagens mensais.

[Read more…]

O FC Porto não faz 125 anos… e o FC Porto de 1893 também não

Ponto prévio: não sou menos portista do que todos aqueles que acreditam na patranha inventada há 30 anos para tornar o FC Porto no clube mais antigo.
Sou um portista dos torniquetes. Com 4 ou 5 anos, passava ao colo do meu pai para ver os jogos no velhinho Estádio das Antas, que durante muitos anos foi a minha segunda casa.
Acredito é que a grandeza de um clube não se mede pelo facto de ter aparecido ou não antes dos outros. Mede-se por valores e um deles, se calhar o mais importante, é o da verdade.
Posto isto, parece-me indiscutível que o FC Porto foi fundado em 2 de Agosto de 1906 e que o FC Porto de 1893 não passou de uma remota e efémera experiência que durou menos de um ano e que acabou tão depressa como começou.
Em comum, os dois clubes tinham apenas o nome, nada mais. Os fundadores de 1906 disseram-no com todas as letras há quase 70 anos: um clube nada teve a ver com o outro e os fundadores do segundo não faziam a mínima ideia de que 13 anos antes existira um com o mesmo nome.
Sim, sempre se soube da existência de dois FC Porto…
A investigação profunda, que terminei há algumas semanas e que entretanto enviei às editoras para análise e eventual publicação, prova-o sem qualquer dúvida.
Deixando de lado essa investigação – espero que um dia possa ver a luz do dia – atenho-me para já apenas ao que é público. [Read more…]

Quem for funcionário público ponha o dedo no ar!

No final do ano lectivo passado, António Costa declarou que as reivindicações dos professores custariam 600 milhões de euros aos cofres do Estado. Passado algum tempo, os sindicatos dos professores e o Ministério da Educação concordaram em criar uma comissão para se apurar exactamente quanto custariam as reivindicações dos professores. A verdade é António Costa e o Ministério da Educação sabem e não querem pagar ou não sabem e não querem pagar. Na verdade, não querem saber. Do colaboracionismo dos sindicatos e da maioria dos professores poderemos falar para a semana, quando o folclore da luta for retomado.

A propósito de (des)informações, comparem-se os títulos das notícias com direito a ligação, que não queremos que vos falte nada:

Percentagem de funcionários públicos em Portugal é das menores da EU (Julho de 2018)

Existem 675.320 funcionários públicos em Portugal. Número aumentou no 2.º trimestre (Agosto de 2018)

Quantos funcionários públicos há? Finanças não sabem, nem quanto ganham (Setembro de 2018)

Sabemos, não sabemos, temos a mais, temos a menos, não fazem nenhum, são fundamentais. Estou um pouco confuso!

Câmara Clara

Não seria de espantar se um dia chegássemos à conclusão evidente de que a grande maioria das pessoas que temos ouvido opinar sobre a “questão Mapplethorpe” ouviu pela primeira vez falar do artista há quinze dias.

[Read more…]

“Estranhíssimo”, disse Cavaco

Cavaco Silva classificou de “estranhíssima” a decisão de substituir Joana Marques Vidal. Já eu classifico de “estranhíssimo” o facto de não haver um único dos seus amigalhaços do BPN atrás das grades, apesar da épica cruzada da PGR cessante. Ele há coisas estranhíssimas, não há?

Mas, uma vez que estamos no campo do “estranhíssimo”, quem se lembra daquela vez em que o candidato Cavaco convidou uns quantos amigos da Sociedade Lusa de Negócios, dona do BPN, para a comissão de honra da sua segunda candidatura à presidência da República? Entre outros “notáveis“, estava lá Fernando Fantasia, o tal da célebre (e estranhíssima) permuta na aldeia do cavaquistão, esse grande amigo de Cavaco Silva que nos deve quase 250 milhões de euros. Por falar em dívidas, alguém me sabe dizer se Cavaco Silva já pagou o que nos deve do IMI que não pagou da sua residência na rua do BPN? É no mínimo estranhíssimo que um político tão experimentado, que ocupou os mais variados cargos, incluindo a pasta das Finanças, não conheça as suas obrigações fiscais. [Read more…]

Não sei se repararam

 

Fotografia: AFP

mas a administração Trump ameaçou a Europa com “consequências terríveis“, caso insistam no acordo com o Irão. Só espero que não mandem para cá o atrasado mental do Bolton. A nível de tralha fascista, já nos chega ter que levar com a besta do Bannon a pregar as doutrinas do racismo e da violência na Europa. Bom bom era largá-los os três num barco de borracha sem remos. algures no Mar Mediterrâneo.

A falácia da “coragem” de Joana Marques Vidal

desconstruída de forma exímia por Pedro Tadeu.

A náusea

Antes que do cadáver social em que se transformou Portugal se volte a fazer qualquer coisa parecida com um país, muitos anos e até gerações hão-de passar. Embora seja sem surpresa – para alguns – que se alcançou este estado, a visão da decrepitude cívica, social e política, o aroma do medo, da ignorância que cresce como uma conspiração, e do desprezo pelos mais básicos valores de uma civilização digna desse nome, não deixa de comover quem um dia tenha ganho consciência de que um país não pode ser uma latrina, uma sociedade um saco de bufos, ou uma República um covil de ladrões. Ladrões que o que mais roubam nem é o metal que compra o luxo ou o privilégio injusto, mas a singela esperança de um dia podermos vir a ser, enquanto comunidade, algo mais que uma espelunca moral.

Palavras do homem que considerou muito estranha a não recondução de Joana Marques Vidal

Cavaco Silva, ainda e sempre, comentou o facto de Joana Marques Vidal não ter sido reconduzida no cargo, acrescentando ruído à barulheira. Tendo em conta a minha pouquíssima fé nos políticos e nos magistrados portugueses agarrados a um centrão corrupto e inclinado para a direita, devo confessar-me agnóstico ou mesmo indiferente no meio desta disputa religiosa. Para que não fiquem dúvidas sobre a credibilidade de Cavaco para comentar seja o que for, copio uns vídeos que mostram o esplendor da desonestidade intelectual do homem que, infelizmente, marcou a história da democracia portuguesa. Vede e ride, que tristezas não pagam mais-valias. [Read more…]

Incentivos à natalidade

Foto: Joana Carvalho Reis/TSF

Quem, esta manhã, ouviu, na TSF, a história de Rita Vieira talvez tenha temido ser testemunha, em directo, do despejo da mulher e das suas duas filhas. As malas estavam feitas e a polícia poderia aparecer a qualquer instante.

Rita é mãe solteira de duas filhas, de 3 e 9 anos. Por não conseguir pagar uma renda na Pontinha, onde vivia, ocupou uma casa camarária em Telheiras. Uma casa desabitada, sem torneiras, com o chão partido, suja, com bichos. Limpou-a, arranjou-a e mudou-se para lá, com as duas filhas. [Read more…]

Robert Mapplethorpe: É isto que choca os puritanos de Serralves?*


Ou isto?

[Read more…]

Desculpem lá, mas isto só pode ser gozo

(…) a decisão de não avançar para a equiparação das licenciaturas pré-Bolonha a mestrados, conforme tinha sido anunciada em Março, “decorreu da consulta pública” sobre o novo diploma (…)

“Dados os resultados da consulta pública, que contou com mais de 100 contributos, foi considerado pelo Governo que não devia ser alterado o enquadramento legal existente”

“é para isso que servem as consultas públicas” [Público]

Estas declarações são do ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, o que deu o dito pelo não dito, faltando saber porquê. À Antena 1 afirmou, inclusivamente, que tal não havia sido prometido.

Mas qual consulta pública? É público algo que não se sabe que existe? 100 contributos? Que representatividade tem esta amostra no número de licenciados pré-Bolonha? Marginal, obviamente.

Eis o exemplo do político-gelatina, incapaz de manter a palavra e contorcendo-se entre explicações sem explicar a reviravolta. Foi o ministro das finanças que não autorizou?!

[Imagem]

Afinal, quem mentiu sobre Marco António Costa?

Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara de Gaia. Imagem: internet

Em Outubro de 2016, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, escreveu uma carta ao Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, chamando-me mentiroso, por ter aqui escrito que ele tinha medalhado o Dr. Marco António Costa. Além disso, intentou um processo-crime por difamação.

O Ministério Público acaba de emitir despacho de Arquivamento desse processo, confirmando a veracidade do que aqui foi escrito. Que a entrega da Medalha de Mérito Municipal de Vila Nova de Gaia a Marco António Costa foi uma decisão de Eduardo Vítor Rodrigues.

Segue a documentação:

Excerto do despacho do Ministério Público e carta de Vítor Rodrigues ao Secretário de Estado das Autarquias Locais

O papel

Onde está a diferença entre um curso de 5 anos e um curso de 5 anos? No papel, acessível por uns milhares de euros. Grão a grão se enche o papo do financiamento do ensino superior.

A tecnologia resolve

Mosquitoes Genetically Modified To Crash Species That Spreads Malaria

Uber Drivers and Other Gig Economy Workers Are Earning Half What They Did Five Years Ago

Tech Giants Spend $80 Billion To Make Sure No One Else Can Compete

A tecnologia tem soluções para todos os problemas, até para aqueles produzidos pela adopção irreflectida da tecnologia. Quem não opta pela tecnologia é retrógrado, faz parte de uma corporação agarrada a direitos adquiridos, ou enquadra-se em ambas as categorias.

No admirável mundo novo não há trabalho, há serviços. Não há barreiras geográficas, tudo é global. E não há nações, há corporations. Mas continuam a existir políticos, os quais, lei após lei, transferem o poder do Estado, nós, para grupos, pequenos em número, mas gigantes no poder.

Bem-vindos à disrupção, comandada pela fé na Igreja da Santa Tecnologia.

[imagem encontrada aqui]

Ainda estou a tentar perceber isto

No passado dia 22 houve duas manifestações, uma no Porto, outra em lisboa. Há um blog e uma página do Facebook de suporte. Há panfletos e há um calendário de eventos. Há um manifesto e apoiantes.

Não encontro os nomes de quem organiza. Nem no blog, nem na página do Facebook. Talvez tenham aparecido nas reportagens das televisões – não as vi.

A mensagem é difusa e não se explicita claramente o que é que se pretende atingir. “Saímos à rua pelas nossas casas e pelos espaços que habitamos”, escrevem no seu blog, acrescentando que as “políticas atuais não resolvem o problema da habitação” e que exigem “habitação digna para toda a gente”.

Quem são estas pessoas e o que é que defendem especificamente? Se estas políticas não resolvem o problema, qual é a sua proposta? Parece-me elementar que uma organização cuidada como esta, que aparenta experiência, procurasse esclarecer estas simples questões. Fico a aguardar.

Rosie

Rosie é o nome da criança de 3 anos que o “artista” Robert Mapplethorp fotografou de modo criminoso, abjecto e revoltante. Não será aqui reproduzido esse opróbio.
A questão não está em saber o motivo pelo qual o director do Museu de Serralves se demitiu. A questão está em saber por que foi admitido.

Pedido de esclarecimento ao PR

Presidência-da-Republica.jpg

 

Aqui fica o pedido de esclarecimentos que coloquei, ontem, no site da Presidência da República.  [Read more…]

Os métodos do PS Porto e a memória da PIDE IV

“Ter sempre na memória o mártir Jacques de Molay, Grão-Mestre dos Templários, e combater, sempre e em toda a parte, os seus três assassinos – a Ignorância, o Fanatismo e a Tirania.”

Lisboa, 30 de Março de 1935
Fernando Pessoa

Fui membro, como já aqui escrevi, do Grande Oriente Lusitano, Maçonaria Portuguesa, desde o ano de 2003 até ao ano de 2012. Saí, como talvez se possa verificar através da leitura do texto que se segue, visivelmente desapontado, não propriamente com a natureza da Ordem (A Maçonaria), mas com o comportamento e as verdadeiras intenções da maior parte dos seus membros.
Ao contrário do que afirmam repetidamente os seus dirigentes, a Maçonaria, tal como está hoje representada no Grande Oriente Lusitano, não busca o aperfeiçoamento do Homem, nem pertence à chamada Tradição Iniciática. É, pelo contrário, um grupo essencialmente político que envergonha e compromete essa Tradição.
[Read more…]

A polémica em Serralves

Deveríamos poder conhecer as fotografias alegadamente censuradas.

Depois admirem-se!

Foto: pictura alliance/dpa; Merkel, Seehofer e Nahles

O país está parvo. “Inacreditável”, “incompreensível”, “inaceitável”, “fantochada”, “uma farsa”, é o que se ouve sem cessar da maioria dos cidadãos e de grande parte dos seus representantes políticos.

Resumidamente, a inconcebível história (ainda por finalizar) é a seguinte:

26 de Agosto: Em Chemnitz, na Saxónia, (leste da Alemanha) um cidadão alemão de 35 anos é esfaqueado até à morte numa briga ocorrida durante um festival de rua. Os suspeitos, dois refugiados (um sírio e um iraquiano) são detidos.

Foi isto pretexto para a extrema-direita, que nesta região da ex-RDA tem a sua principal sede, desatar a atacar em manifestações violentas pessoas com aparência estrangeira. O número de manifestantes de extrema-direita e a rapidez com que se reuniram contrastou com a suspeita incapacidade da polícia (já pelo insuficiente número) de reagir à altura. [Read more…]

Pergunta: o Expresso adopta o AO90?

Resposta: sim, não e até talvez.

%d bloggers like this: