Tolerância

A ver se, de uma vez por todas, conseguem entender.

É-me, completamente, irrelevante a proveniência.

Comments


  1. Pregar aos peixinhos… esquerdalhos…

    • POIS! says:

      Pois, palavras para quê?

      Trata-se do comentário de um pargo, filho de um sardo e de uma xaputa. Uma autoridade em matéria píscea, portanto.Há que ser tolerante.

    • Paulo Marques says:

      É, menor, insulta mais para ver se alguém te tolera, e ainda levas um par de tabefes que os teus paizinhos se esqueceram.

  2. Rui Naldinho says:

    Karl Popper
    PARADOXO DA TOLERÂNCIA:
    “Tolerância ilimitada levará ao desaparecimento da tolerância. Se estendemos tolerância ilimitada até àqueles que são intolerantes, se não estamos preparados para defender a sociedade tolerante contra o ataque dos intolerantes, então os tolerantes serão destruídos, juntamente com a tolerância. Nesta formulação não pretendo dizer que devamos sempre suprimir a verbalização de filosofias intolerantes; conquanto que possamos contradizê-las através de discurso racional e combatê-las na opinião pública, censurá-las seria extremamente insensato. Mas devemos reservar o direito de suprimi-las, mesmo através de força; porque poderá facilmente acontecer que os intolerantes se recusem a ter uma discussão racional, ou pior, renunciarem a racionalidade, proibindo os seus seguidores de ouvir argumentos racionais, porque são traiçoeiros, e responder a argumentos com punhos e pistolas. Devemos pois reservar o direito, em nome da tolerância, de não tolerar os intolerantes. Devemos afirmar que qualquer movimento que prega a intolerância está fora da lei, e considerar criminoso o incitamento à intolerância e perseguição, da mesma forma que é criminoso o incitamento ao homicídio, ao rapto ou ao reavivar da escravatura.”


    • «…acontecer que os intolerantes se recusem a ter uma discussão racional, ou pior, renunciarem a racionalidade,..»
      «com punhos e pistolas.». assim seria se a esquerdalhada ainda acreditasse poder fazer a Revolução; mas como lhe passou essa onda (quem tem cu…) limitam-se a implementar o corretês e a má-língua.

      • Paulo Marques says:

        Hoje é mais polícia secreta, agentes provocadores, e carrinhas a raptar pessoas, né, fofo?

  3. Fernando says:

    Um salazarento a pregar tolerância?

    humm…

  4. Paulo Marques says:

    Também, é-lhe, completamente, irrelevante, a, gramática, mas, não, é, com, um, vídeo, de, nazis, que, lá, vai.

  5. Daniel says:

    Parece-me bastante óbvio que o “pregador” do vídeo é intolerante relativamente à “esquerda” (seja lá o que isso for)!…

  6. Daniel says:

    Achei estranho isto vir de uma universidade (mas, sendo dos EUA, nunca se sabe!) e fui investigar: embora se intitulem “Prager University” não é uma universidade; é uma organização de propaganda!!
    O video aqui colocado vem do Facebook da GodScience – uma seita religiosa cujo nome dá logo vontadebde rir!…

    • Rui Naldinho says:

      Dos Estados Unidos, até um arroto de pára-quedas nos pode chegar!


  7. Continuo a achar que a liberdade nunca pode estender-se aos inimigos da liberdade. Estes nunca podem ser livres de usar o excesso de liberdade para destruir a própria liberdade. Disse!!!!!

  8. Vai dar uma volta says:

    As saudades que temos do João José Cardoso. Nada disto passava em branco.

    • Carlos Garcez Osório says:

      Ó pedaço de excremento que se é esconde atrás de uma expressão sem sentido: não te admito que uses o nome de uma Pessoa já falecida por quem tinha (e ainda tenho) muita amizade e respeito e o orgulho de saber que essa amizade e esse respeito eram recíprocos. Isto não vale tudo ó calhau dos calhaus.

  9. PauloG says:

    Intoleráveis são as tuas vírgulas.