O primeiro astronauta arguido

 

Enquanto está a decorrer o processo de seleção de astronautas da ESA através do qual Portugal poderá ter finalmente @ primeir@ astronauta, Mário Ferreira (imagem Blue Origin), igual a si próprio, está a tentar antecipar-se ao processo e pagar um bilhete num voo parabólico da Blue Origin para rapinar para ele o título de primeiro astronauta português. Uma coisa é certa poderá ter o fantástico título de primeiro “astronauta” arguido, esse será garantido. Quanto ao resto não me representa, nem como português, nem como astronauta (um espertalhaço num voo parabólico de 10 min. não tem nada de astronauta). Ele que leve uma bandeirinha de Malta e um crachá da International Trade Winds, a empresa offshore que ajudou a criar.
#espaco #fraude

PS- os humanos que voaram acima da linha de Kármán (que se convencionou ser a altitude a partir da qual é espaço) recebiam da Federal Aviation Administration (FAA) as Asas de Astronauta Comercial. A partir de 2022 esse critério foi abandonado pela FAA que exige que um astronauta realize atividades mais consentâneas com um verdadeiro astronauta do que alguém que faz um mero voo parabólico de 10 min. a bordo da Blue Origin ou de outra companhia que promova voos parabólicos turísticos.

Comments

  1. JgMenos says:

    Ah!hhhh !
    Se não pagou o máximo de impostos, não é bom português!
    O bom português dá a mamar o mais possível!

    • POIS! says:

      Pois é para…

      Que a mama nunca falte a Vosselência.

      Uma premente e compulsiva necessidade que o ataca desde os saudosos tempos lá das áfricas, onde ela nunca faltava (*).

      Temos de ser compreensivos. Há adições piores.

      (*) Nos intervalos da Coca-Cola, que não havia cá mas havia lá.

    • Paulo Marques says:

      Já não bastava pagar-lhe o resto das mordomias, agora até se lambuza por ir ao espaço?
      Ó homem, olhe que a graxa é tóxica.

    • Rui Naldinho says:

      Qualquer filho da puta para ti é bom, desde que fuja ao fisco como o diabo da cruz. Como se pagar impostos fosse um crime? Tomara eu pagar muitos impostos. Era sinal que tinha muitos e bons rendimentos.

      • JgMenos says:

        Quem te dera!
        Mas quando lá chegasses irias perguntar-te a que propósito andavas a esfalfar-te para alimentar um carga de imbecis que não só te sacam uma boa parte do dinheiro como estão sempre prontos a chamar-te ladrão.

        Para a cambada de incompetentes e invejosos, quem sabe fazer dinheiro é arguido de ladrão para princípio de conversa.

        Assaltado e insultado?
        Venha Malta, venha o Panamá, e pata que os pariu.

        • Paulo Marques says:

          Se calhar é sistema que premeia os oportunistas aldrabões; mas pode lá ser, é o que vem nos livros que não acertam uma, é porque está certo.

  2. João Mendes says:

    Primeiro Astronauta Arguido assenta que nem uma luva!

    • POIS! says:

      Era o sonho do Sócrates!

      Passar por cima do Tribunal Central em órbita, a fazer “nhã nha nhã nha nhanha”…

      • Paulo Marques says:

        Só depois de abrir a primeira universidade na lua.

        • POIS! says:

          E quantos dias tem a semana lunar? Há lá domingos?

          Não me diga que quem vai construir a primeira base fora da Terra é o Carlos Santos Silva!

  3. Anonimo says:

    A Catarina insultou o Dr. Costa, segundo li. Insinuações torpes e a carecer de prova factual. Ora, ora… quando a Dra e suas camaradas gémeas aplicavam o remédio aos facholas neoliberais de direita, as bancadas de esquerda (dentro e fora do Parlamento) aplaudiam efusivamente.
    Ainda chegarei a tempo de ver uma dicotomia ps – chega? Pcp está nos cuidados continuados, bloco perdeu aquele sex appeal da juventude, é uma matrafona, psd caminha para a total irrelevancia intelectual e política, cds está morto e enterrado, e convenhamos, Portugal nunca será um país liberal à imagem de um IL. Basta ao Chega substituir aquele pantomineiro por alguém mais intelectualmente estimulante para acontecer.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.