Marcelo, Cavaco, o BES e a pedofilia na Igreja Católica

Marcelo Rebelo de Sousa a dizer que não tem razões para achar que D. José Policarpo e D. Manuel Clemente tentaram ocultar crimes de pedofilia corre o risco de ser o novo Cavaco Novo a dizer que não vê razões para não confiar na solidez do BES, dias antes da queda do grupo.

Comments

  1. JgMenos says:

    A cambada que é capaz de endoutrinar a miudagem na ‘normalidade’ LBGTi+oquevenha, assanha-se toda com a Igreja Católica onde tanto homo buscou refúgio espiritual e social no tempo em que a anormalidade era execrada.
    Coirões como sempre, desonestos como sempre.


    • Coirão é vossa excelência, que finge ignorar que ninguém endoutrina ninguém para ser LGBTI+, apenas para respeitar e não discriminar os que o são. Mas desde quando é que se esperaria honestidade intelectual de um fascistóide?

      • JgMenos says:

        ‘Não discriminar’?
        Por acaso sou obrigado a não discriminar um anormal que resolve chamar-se Sofia e espera que eu lhe abra a porta para o deixar passar, que é o que normalmente faço com as mulheres?
        O respeito é dirigido ao homem no sentido de que viva a vida dele mas sem que nenhum direito lhe assista de me condicionar quanto ao que é normal ou anormal, quanto ao com quem convivo ou quem discrimino.
        Endoutrinar a miudagem é a acção que está em curso.

        E coirão é quem logo transforma ‘endoutrinar na normalidade’ para ‘encdoutrinar para ser’.

        • POIS! says:

          Ora pois!

          Vosselência devera era frequentar Menos o jardim zoológico. ´É uma obsessão é, deveras, incompreensível.

          Francamente! Há mais vida para além do elefante Sofia e da girafa Alberto.

          • POIS! says:

            Errata: “Vosselência devia era…”. E há um “é” a mais.

    • Paulo Marques says:

      Portanto, não é normal, é uma modernidade que só existe graças à propaganda… e, entanto, sempre esteve bem implantada no seio do inimigo, onde podiam ser como quisessem sem perturbar a ordem e os bons costumes? É mesmo essa a defesa?

      • Paulo Marques says:

        Ao menos fica-se a perceber o medo de ver um pénis quando não quer.

        • JgMenos says:

          Sempre te encontro muito fixado no pénis… tens que sair do armário; procura ajuda!

          • Paulo Marques says:

            Tá preocupado em abrir a porta ou não, e os outros é que são fixados?

          • POIS! says:

            Ora lá está!

            A verdadeira preocupação do Menos é a de se confundir com a maçaneta da porta…

  2. Paulo Marques says:

    Surpreendendo, e não é a primeira vez, uma cambada de gente responsável e respeitável. Deve ser da idade, só pode.

  3. jose valeriano says:

    PR mete a cara por os padrecos de meia tigela que cometem atrocidades sem crimes nem condenação.
    Marcelo apoia tudo o que de pior a sociedade têm.
    Diz-me com quem andes dir-te-ei quem és.
    Num País livre e democrático este Mercelo estava a ser bombardeado com a CS sem dó nem piedade, mas este controla muito bem os Mídea que tanto lhes devem.
    Vergonha um PR defender com unhas e dentes estes terroristas.


  4. …bem relacionado…

  5. Anonimo says:

    Cavaco? Tivesse sido o Cavaco a largar esta, já tinha levado com uma Concordata na tola. Vale que ao comentafor-presidente tudo é permitido. Da beijinhos, chora, e leva o Governo pela mãos, melhor é impossível.
    Abusos na Igreja… chegaremos ao ponto em será impossível olhar para o lado. Comissões e investigações internas dispenso, não falamos propriamente de más condutas morais, o país tem polícia e MP para estas coisas. Ou dizem que tem.
    No fim, o sai um rato, ou uma porrada de candidatos a um projecto piloto daquela coisa da castração.

  6. Ohyessss says:

    O porco. MENDES. Adorou o aplauso ao pedófilo na putas house.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.