O próximo treinador do Porto é mesmo André Vilas Boas

As informações sobre contratações do FCP são razoavelmente blindadas, e deixam sempre dúvidas. Já por aqui se aventou sobre isso, incluindo a provocação Scolari.

O mesmo não sucede na Académica, e em Coimbra sabe-se que Jorge Costa será ainda esta semana o treinador que substitui o novo treinador portista.

Conforma-se a informação que já vai saindo em alguns jornais nacionais, e se lessem os regionais tinham lá chegado mais cedo.

Preferia Domingos Paciência a André Vilas Boas (o Vilas é Vilas ou Villas?), e ainda alguém me explicará porque carga d’água não o vai ser, sem que o compreenda.

Mas do mal o menos, e a ver vamos como diria o João Pinto. A Académica também não fica mal servida. Sabendo-se que Jorge Costa quererá ultrapassar os resultados de Domingos, tem uma boa motivação, e muito DVD para ver (e jogadores portistas para rodar também).

André Vilas-Boas no FC do Porto

Pois é, o André Vilas-Boas tem mesmo de ser o próximo treinador do FC do Porto. De preferência, já na próxima época.

Não se trata apenas de ganhar ou perder campeonatos. Trata-se de implementar uma filosofia de jogo, de transformar o futebol numa paixão. Vilas-Boas, pelo que aprendeu com Mourinho e não só, é o seu digno sucessor.

Quanto a Jesualdo Ferreira, devemos agradecer-lhe imediatamente tudo o que fez pelo FC do Porto. Ter sido tricampeão nacional nunca será esquecido.