Jaime Nogueira Pinto falará em liberdade

Na Associação 25 de Abril. Obrigado ao Vasco Lourenço!

De que é que tem medo o PSD?

inconseguida-estesves

O problema é deles“, disse Assunção Esteves sobre a intenção da Associação 25 de Abril discursar na sessão solene comemorativa da revolução. Medo de ouvir o que se não quer ouvir? Compreendo, em vésperas de eleições mais vale uma pequena polémica encetada por uma figura menor do que parangonas sobre o que pudesse vir a ser dito na Assembleia da República.

O maior oportunista da democracia portuguesa


Ainda em relação às ausências nas comemorações do 25 de Abril.
Que ninguém confunda as atitudes da Associação 25 de Abril, atrasadas meia dúzia de anos (como se Sócrates nunca tivesse existido), ou de Manuel Alegre, inconsequente e de uma incoerência total por parte de alguém que ainda há um ano andava de braço dado com o antigo primeiro-ministro.
A atitude de Mário Soares, como sempre, foi a de um oportunista da pior espécie, que viu nesta atitude algo de interessante para si, seja uma espécie de continuação da carreira política (!), futuro pessoal, influência ou notoriedade. Por onde andou Mário Soares durante todos estes anos?
Uma atitude oportunista do mais oportunista dos políticos portugueses. É assim há quase 40 anos, há-de continuar a ser assim até morrer. Está-lhe na massa do sangue.

O colaboracionista Marques Júnior não percebe a ausência da Associação 25 de Abril nas comemorações da Revolução

E eu não concebo a presença de um Capitão de Abril num Partido como o PS. Estamos quites!

Bochechas de Abril

Sim, sim, muito obrigado, capitães de Abril, boa viagem, mas os vossos disparates e afastamento da realidade já cansam. Evidentemente que os ideais de Abril foram para o caixote do lixo, mas não é propriamente o Governo Passos o derradeiro agente de essa degradação e rasura aprilina. Coveiros há muitos. Desde logo a incompetência e sofreguidão em quinze anos de socialismo bancarrotista, passando pela fantástica tradução comunista-esclavagista da República Popular da China com o seu capitalismo extremo, a ditar cartas neste século XXI, algo a que não se pode fugir num País repleto de automóveis de luxo e quase nenhuma produtividade. Para além de engordarem como chinos, de se transformarem em admiráveis bígamos, onde estavam os capitães de Abril enquanto ainda há pouco o supremo reles político desgovernava, roubando Portugal?! A coçar a puta da micose e, mais recentemente, a ladrar revoluções, depois de casa arrombada, where else! Não há dinheiro, não há cabrões.

Abril não desarma

Associação 25 de Abril, 23 de Abril de 2012

Há 38 anos, os Militares de Abril pegaram em armas para libertar o Povo da ditadura e da opressão e criar condições para a superação da crise que então se vivia.
Fizeram-no na convicta certeza de que assumiam o papel que os Portugueses esperavam de si.
Cumpridos os compromissos assumidos e finda a sua intervenção directa nos assuntos políticos da nação, a esmagadora maioria integrou-se na Associação 25 de Abril, dela fazendo depositária primeira do seu espírito libertador.
Hoje, não abdicando da nossa condição de cidadãos livres, conscientes das obrigações patrióticas que a nossa condição de Militares de Abril nos impõe, sentimos o dever de tomar uma posição cívica e política no quadro da Constituição da República Portuguesa, face à actual crise nacional. [Read more…]