O maior oportunista da democracia portuguesa


Ainda em relação às ausências nas comemorações do 25 de Abril.
Que ninguém confunda as atitudes da Associação 25 de Abril, atrasadas meia dúzia de anos (como se Sócrates nunca tivesse existido), ou de Manuel Alegre, inconsequente e de uma incoerência total por parte de alguém que ainda há um ano andava de braço dado com o antigo primeiro-ministro.
A atitude de Mário Soares, como sempre, foi a de um oportunista da pior espécie, que viu nesta atitude algo de interessante para si, seja uma espécie de continuação da carreira política (!), futuro pessoal, influência ou notoriedade. Por onde andou Mário Soares durante todos estes anos?
Uma atitude oportunista do mais oportunista dos políticos portugueses. É assim há quase 40 anos, há-de continuar a ser assim até morrer. Está-lhe na massa do sangue.

Comments

  1. mikke110 says:

    Nao concordo com o que diz de Mario Soares, devia ser masi rigoroso nas suas declaraçoes, quer investigando e sendo mais equidistante, nos seus juizos(cada um tem o seu, mas se o expoe….) Nao sei se oportunismo é o termo mais dignificante, certamente que fez o melhor que sabia, e por varias vezes foi ele que teve de dar um rumo ao pais. Se fizer essa apreciação sobre todos os politicos…. entao meu caro, nao resta um. E por falar em oportunismo, e a classe empresarial portuguesa, nao tem culpas?

  2. Ricardo Santos Pinto says:

    Todos têm culpa, claro. Mas este post é sobre Mário Soares, não sobre os outros. E não tenho nada que ser equidistante, não sou jornalista, sou apenas um blogger que dá a sua opinião.

  3. maria celeste ramos says:

    Mas que se fez pagar bem – 3 casas na cidade (Lisboa) e na praia (Vau) e no campo (Anafarros) que pagamos + uma Fundação ruinosa (estilo bibioteca privada) e 14 quarda-costas para onde quer que vá nem que seja para as Seychelles, tudo pago com o meu IRS (e nem sei quem lhe pagou o “exilio” doirado em Paris e em São Tomé e Principe – e fugido para Paris para aprender a falar “francês”) – É assim desde sempre – o que fez ao “ultramar” tão desajeitadamente em nome não sei de quê e de quem – O que provocou tanto sofrimento (passei por essa experiência) e não esqueçamos a “operação caixite” (ao longo do Rio) e um milhão de retornados que constituiu a maior ponte humana depois do êxodo do Egipto ?? E não esqueço que por isto meu irmão teve de ir aos 19 anos “conquistar Angola é nossa” (março 1963) onde nem sei o que viveu mas sei como “regressou” e não reconheci mas ajudei no que sabia pois que o “Estado” mandava para lá mas não os ajudava os que vieram “traumatizados de guerra” que só eu sei como foi ver a transformação mesmo que silenciosamente – E cada retornado recebia mensalmente do IARN 4 contos/mês e alojamento em todos os hoteis e Pousadas de Portugal e ocuparam todos os lugares de emprego – incluindo o meu, sem saberem ler nem escrever mesmo sendo “todos engº e doutores” que “perderam os documentos comprovativos de tanto estudo universitário em paises lusófonos (em 1963 ???) que tive de aturar os MIL que entratam no Gabinete da Área de Sines onde éramos apenas 200 e chegávamos, e talvez fossem “eles” que levaram à sua extinção em 1996 (e porque tais engºs eram tão bons que o molhe de Sines foi destruído com uma onda em 27 fevereiro 1997 que parecia uma paisagem dantesca que até os pescadores sabiam e disseram ter sido mal impantado ?Calro que eu fosse para onde fosse não queria encontar nem UM, pois que foram reintegrados em Serviços onde fizeram, muitos, o inferno, pois que tinha colegas por todos esses serviços onde foram colocados – esperei para não ir onde estivessem e fiz, por acaso, concurso público
    – Claro que há coisas positivas mas este priveligiado abriu uma “porta” que hoje é um portão escancarado – o da corrupção e descaramento do que cada um acha que “merece” que se foi desenvolvento em exponencial tão desregradamente que nos transformou no país que tanto custou a crescer e é hoje não apenas o mais pobre do mundoocidental económica e moralmente, mas ainda “gozado” por outros que não admiro e até são “fanfarrões” de merda, sem credibilidade como se tivémos quase voltado ao “orgulhosamente sós” – E o que aconteceu com os “diamantes de sangue de Angola” e o acidente de seu filho no avião em que foi transportado – Estarei a falar do que não sei, mas limito-me às notícias de jornais que ninguém ousou esclarecer – Mas aceito que, como se faz a um “defunto”, se fale apenas das “qualidades” que algumas teve e tem – predadores há muitos – proliferaram e o que dizem ter de ser “traduzido” e nunca levado “à la lettre” – é quase linguagem sub-liminar – a história dá uma visão das coisas de conveniência ocasional – mesmo hoje Mas não quero voltar atrás nem a “ontem” – é Hoje que estou na vida como sei – Estão a dar Voto de pesar a Paulo Portas e a Miguel e minuto de silêncio – Cavaco Silva dia que encontra sinaise tem esparança de evoluçao económica – não temos tido os melhores PR tantas vezes -são uma espécie de directores gerais (que horror) com direito a dar bocas nos telejornais
    Há de facto que re-ssuscitar o 25 abril e não ficar apenas no SÍMBOLO – o cravo de abril – quem “derrotou” este país e levou já tantos milhares ao suicídio e/ou miséria ?? Este país nem é pobre nem nunca foi – apenas tem pessoas pobres – Mas se Jardim ex-presidente do BCE, ganha por mês 167 mil euros e já custou ao Banco 34.2 milhões – O que e quem conduziu a esta indecência ?? E quem é o presidente da EDP – 300 milhões de euros anuais de lucros para o sector ?? dizem ingleses ??? (RTP2 22.15H-27 abril 2012) – mas o que é isto ?? A Frente Comum dos Sindicatos anda a negociar com o Governo desde ontem – Paula Teixeira da Cruz preocupada com cadeias sobrelutadas mas creio que há muitos que lá deviam estar a lavar latrinas e andam de gravata de sêda natural e cabelinho cortado a rigor e a pavonear-se na TV – não é o país onde nasci e estudei e trabalhei e ajudei a erguer-se no que me competia e quiz fazer – o céu anda de nevoeiro e como nunca assisti nem “antes” de — Espanha vai aumentar IVA e com desemprego record (24%) – drama económico e social o maior de toda a Europa – igual a Itália e Beleza diz que vamos apanhar – nem bom vento nem bom casamento – sempre foi – somos sempre dependentes e lixados pelos piores – “fado” ??? – Sarkozy está à rasca – Holandeses aceitam plano de austeridade – Polícia de Londres faz barricada – anormais – o Vaivém transportado às costas de aviação – bonito – skyTrack – Suiisa com combate de vacas – tradição – a raínha do ano – a coroar em maio como rainha de toas as vacas suissas – temos esta tradição em Portugal mas ninguém fala nisso – parvalhões do “lá fora” (Oh la vache) – “la passion par les bêtes” – bem acabou o noticiário com o Sporting a quem os adeptos reconheceram a dignidade (até que enfim – verdade desportiva e honra – já faltava há anos – isto é futebol dizem adeptos portugueses – o árbitro foi parcial mas de Espanha é assim – sempre – CCB 60 concertos no Dia da Música e vozes humanas de quem cata desde os 7 anos – e femininas portugueses e não só – blues + flamanco + fado (pela 1ª vez) ++ 30 pianos alugados – atyé domingo à noite em 7 salas ++ World Press Foto – boa noite – bom fim de semana (22:40H RTP2-27 abril 2012 enevoado) – segue Diário Câmara Claro – teatro de Walsh – encenado por Jorge Silva Melo +++ outros incluindo cinema etc – viva quem não desiste – Viseu a poesia está na rua – sempre esteve disse Cesaryny – ai que bom cutura por todo o pais milenar – que maravilha + Famalicão +++ etc – Domingo Dia Mundial da Dança a 29 abril – por todo o pais – que bom – até que enfim

  4. maria says:

    Sem querer desculpar ninguém… tenho de pedir para que se informe sobre o que escreve.

    Mário Soares sempre teve fortuna própria, por herança.

  5. clara says:

    É verdade. sempre foi homem um rico, de família. Não tinha necessidade nenhuma de fazer muita coisa que fez. Vamos lá saber porquê?
    toda a gente sabe, hoje em dia quem foi Jonas Sabimbi (queima das bruxas… Setembro vermelho), mas Mário Soares tem um neto chamado Jonas. Vamos fazer mais como, então?
    O coração tem razões que a razão desconhece…

  6. Lucino Preza says:

    #3 Sinceramente não percebi patavina do seu comentário por tão grande confusão que o mesmo apresenta… peço desculpa, mas é uma opinião pessoal. Teria muito que lhe contar sobre a guerra em Angola, pois combati pelos comandos desde 1961/1963, mas águas passadas não movem moínhos… também poder-lhe-ia falar sobre esse tipo que tem várias casas, vários guarda-costas e anda a 199 kms/hora como se Portugal fosse dele. Poder-lhe-ia, ainda falar sobre os engenheiros vindos das antigas colónias, mas falaria somente nos que se licenciaram nas nossas universides públicas e não nas Independentes e afins com excepção a Católica. E para terminar, o acidente do filho desse “bochechas” que teve o milagre de escapar do desastre da avioneta quando, sorrateiramente, fugia com dentes de elefantes e diamantes, mas isso tudo era remexer na m**** e quanto mais se mexe nela, pior cheira.
    Não tive medo de enfrentar o “Bochechas” quando me pequei com ele no aeroporto D’Orly por me ter roubado o meu lugar no regresso a Portugal com peças sobressalentes para pôr uma máquina de fazer garrafas em PVC. Mandei-o para a p*** q** o p**** enfrentando-o olhos nos olhos, peito com peito.
    Concordo com este artigo do Ricardo Santos Pinto ao qual, lhe dou os meus sinceros parabéns por tudo quanto nele está escrito.

  7. clara says:

    Lucino Preza, desculpe, mas o seu texto também é um pouco confuso. O facto de ter combatido em Angola, nada tem a ver com Mário Soares.
    Os engenheiros que vieram das antigas colónias, muitos deles não o seriam, pois disseram que os documentos se tinham perdido.. etc. Agora os que se licenciaram nas públicas … quer dizer, só dá credibilidade à católica? essa é boa!!!
    Agora penso que não é remexer em nada se se falar no acidente, verdadeiro!! do filho do homem na Jamba. Isso é um facto verdadeiro… embora tenham tentado esconder. Foi impossível!
    Em todo o caso não lhe foi dada a visibilidade devida

  8. Nelson says:

    Bom artigo, parabéns!
    Pior cego é aquele que não quer ver, e o facto de termos aqui pessoas a insirgirem-se contra o seu artigo mostra o país que temos, e de facto merecemos os politicos que temos…para os mais distraídos sugiro a leitura do tão famoso livro “memórias de um PS desconhecido” do Rui Mateus.
    Abraço

  9. Lucino Preza says:

    Clara: efectivamente o ter combatido em Angola, nada tem a haver com este escrito do Ricardo Santos Pinto. Escrevi sobre esse assunto para corroborar o texto da Maria Celeste Ramos sobre: como chegou de Angola o seu irmão que foi combater para lá com apenas 19 anos (só se era voluntário). Sei que muitos meus camaradas regressaram das antigas colónias que se sublevaram-se contra o regime de Salazar em péssimas condições de saúde quer físicas quer, mentais e o Estado em nada contribuio para, ao menos, minimizar esses sofrimentos atrvés de consultas e medicamentos gratuitos. Infelizmente, muitos ainda estão lá sepultados e outros acabaram por morrer, em Portugal
    Sobre a Universidade Católica: segundo tenho lido quer em jornais quer ainda ouvido em noticiários., é das mais prestigiadas a nível mundial. Já agora gostaria que me dissesse qual, de entre as outras, está ou estará em pé de igualdade com a Católica. Nada tenho contra as outras universidades.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.