A atracção dos fatos

[Aristotle] also describes how human beings ultimately differ from other animals, specifically by their possession of reason. This difference inevitably points humans towards politics—an activity in which animals cannot engage—and Aristotle’s explanation in his political writings of why human beings are uniquely suited to, and uniquely in need of, political life.

— Edward Clayton, “Aesop, Aristotle, and Animals: The Role of Fables in Human Life

Segundo escreve Ruy de Pina, em 6 de Março de 1493, estando El-Rei em Vale do Paraíso, arribou a Lisboa Cristóvão Colombo, italiano, que vinha do descobrimento das ilhas Cipango e da Antilha, que por mandado dos reis de Castela tinha feito, trazendo consigo as primeiras amostras de gente, ouro e algumas coisas que nelas havia e foi delas intitulado Almirante.

— Manuel Fernandes Costa, “O Descobrimento da América e o Tratado de Tordesilhas

O malandro é mais alcunha que nome
Fez-se à vida para fugir da fome
Posar gingão e um cenário à maneira
Perdeu rigor, ficou sem eira, nem beira.

— Paulo de Carvalho, “O Malandro

***

Sabia-se que o AO90, nomeadamente nas bases IV e IX, carecia de rigor e revelava desconhecimento científico. Hoje, soubemos que o mesmo acontece com os «relatos da destruição no Convento de Cristo». Entretanto, a fogueira com cerca de 20 metros de altura continua a arder no sítio do costume. Efectivamente, no Diário da República, não se trata de qualquer «efeito cénico especial» com «estrutura piramidal tubular em aço com 8,04m de altura e 6,4m de base”. Aquilo é mesmo uma fogueira. Com cerca de 20 metros de altura. E a arder desde Janeiro de 2012.

 

dre372017b

***

Dez anos é muito tempo

Segundo o presidente da Comissão Europeia, “Dez anos já chega. Dez anos é muito tempo”. Sim, lembrei-me de Paulo de Carvalho. E lembrei-me da minha primeira sessão de Estrasburgo, em Julho de 2003, quando interpretei Pat Cox, ladeado por Berlusconi e por Prodi, o homem a quem Durão Barroso sucedeu. Realmente, foi há muito, muito tempo.

Desejo-vos um óptimo fim-de-semana.

Ah! Não se esqueçam: hoje, joga a Selecção.

FRANCE-EU-PARLIAMENT-POLITICS

© AFP (http://bit.ly/HUfgJW)

22h55 – E depois do Adeus

“24 de Abril de 1974, 22.55 – A voz de João Paulo Dinis anuncia aos microfones dos Emissores Associados de Lisboa Faltam cinco minutos para as vinte e três horas. Convosco, Paulo de Carvalho com o Eurofestival 74 «E Depois do Adeus». Era o primeiro sinal para o início das operações militares a desencadear pelo Movimento das Forças Armadas.”

[youtube:http://youtu.be/89LBNSX_vig]

(texto do site http://www.25abril.org)

Sons de Abril: Paulo de Carvalho – E Depois do Adeus


Eram quase 23 horas. Foi há 36 anos…