Exposição de António Barreto


Um longo percurso, quase como uma reedição do Grand Tour de outros tempos. O Portugal urbano e rural, o Magrebe e o antigo reinos dos faraós, completam à perfeição, a procura das imagens de uma bem conhecida Europa e de uns tantos novos monumentos que marcarão o nosso tempo, ou dada a fraca perenidade do cimento, talvez não. Vidas indiferentes ao curioso que as capta, as grandezas e misérias que fazem o todo, eis uma bela exposição fotográfica a visitar.
“Ler a fotografia de António Barreto vai ser possível na Galeria Corrente d’Arte a partir de 11 de Novembro e até 30 de Dezembro de 2010. Na inauguração da exposição será lançado o livro de António Barreto em coautoria com Ângela Camila Castelo–Branco, “António Barreto: Fotografias, 1967 – 2010”, editado pela Relógio d’Água Editores.”


Deixar uma resposta