Soares, ou Abcesso ou Absurdo Sem Limites

Desconheço qual o particular gozo que Soares extrai em fazer figuras tristes. Mas percebo que não domine línguas, não perceba de economia, não entenda que o seu exemplo no exercício dos cargos e nas manobras por detrás dos cargos foi mau de mais, absolutamente trágico para o País. Percebo que os danos da sua passagem podem ter sido os piores possíveis, que o seu Abcesso de Ego tal como o seu Abcesso de Avidez, para não falar no seu Abcesso de Moralismo Paternal sempre a pairar como um Corvo aquém da Realidade, como acontece mumificadamente a Cavaco, fez escola, infelizmente, e até houve um filho da puta dela-escola ainda mais ávido que ele, ainda mais desmesurado que ele, ainda mais catastrófico para o Erário que ele, ainda mais fajuto na retórica demagógica e mentirosa que ele, ainda mais grotesco e avassalador e execrável nas facturas deixadas a nós e aos nossos filhos, em suma ainda mais exilado parisiense que ele e, ainda por cima, com o apoio expresso e a cumplicidade dele-Sibila Soares.

Pode Soares ter milhares de polícias a guardá-lhe o perímetro ou a endossar-nos multas por excesso de velocidade quando o apanham em trânsito para administrar a sua sacratíssima Hóstia de Esquerda, o seu Valioso e Sinceríssimo Viático de Esquerda; pode Soares dar as entrevistas que quiser: o balanço da sua forma peculiar de tentar ser Rainha Mãe em Portugal e o balanço do desastre do seu partido no exercício do Poder não poderiam ser mais trágicos e dizem o suficiente para o nosso remorder de dentes ao pensar nesta cicatriz chamada Partido Socialista, que os Portugueses têm bem gravada no fundo das suas mentes por cada filho emigrado, por cada novo desempregado, por cada esfomeado imprevisto, por cada enganado de optimismo, por cada esganado de realidade, com salários em atraso e precariedade endémica, pela impunidade geral dos anafados do partido.

Também tem Soares direito aos seus disparates, desde que ninguém lhes dê importância, tal o tumulto interior, tal a contradição com os factos das anteriores governações, tal a imoralidade de valorá-los como viciosamente os media ainda valoram, pitonisa obrigatória do Regime e da sua putrescência. Porque só soube rapar e dar-se ao vício da grande afilhadagem política dos cargos, das benesses e das sinecuras, na grande corte de afilhados regimentais espalhados, como esporos, pelo Aparelho de Estado, sabemos que Soares não tem limites. Abcesso ou Absurdo, Soares não tem limites. Tal como a austeridade que os Alemães na activa e os Gregos na passiva quiserem. A propósito, é a CIA, e não Soares, a madre-pai da democracia portuguesa. Sem dinheiro, não há princípios. Com dinheiro, também não.

Comments

  1. Pedro says:

    Eu até concordo com Soares,pelo menos desta vez…este texto é uma perfeita miséria. Mas pronto, vc deve ser um ex-colono das ex-Áfricas.

  2. Sub-humano demo crata e Idiotes says:

    num bata mais em soares pô…
    velhote gosta de contar história mesmo.
    Terça-feira, 8 de Maio de 2012

    A queda de Soares

    Desde a sua última reencarnação política, depois da candidatura presidencial falhada em 2006, que as intervenções públicas de Mário Soares têm sido um desastre. Nos últimos anos, Soares transformou-se numa caricatura daquele político que em tempos lutou contra a extrema-esquerda antidemocrática, que nos aproximou dos Estados Unidos e da União Europeia e que lutou pela democracia. Hoje, Soares é uma personalidade mal educada, irresponsável e sem memória da sua própria história. Os recentes acontecimentos assim o mostram: o triste episódio da multa paga por todos os portugueses ou o momento perpetrado no 25 de abril foram maus de mais. Mas, apesar de tudo, não passaram de fait-divers sem grande substância política. Soares, não satisfeito pelos disparates que tem feito e dito, hoje saltou para um outro nível: o da total irresponsabilidade perante os problemas do país. Mário Soares não é nenhum Pedro Nuno Santos ou um militante qualquer do PS. É um dos pais fundadores da democracia, antigo Primeiro-ministro (que governou com o FMI) e Presidente da República. Ao juntar a sua voz ao coro da esquerda radical que pede o afastamento da Troika, Soares marginalizou-se e colocou-se contra a estabilidade e os interesses do país. Fez bem o PS em descartar liminarmente a opção soarista. Mas quem continuar a considerar que os conselhos de Soares são relevantes só estará a enganar-se a si próprio: Soares é uma voz totalmente descredibilizada. Até o seu partido já o percebeu….percebeu nada

    os pais adoptivus da revolução são eternos
    e soares prometeu uma revolução a sério
    a outra foi a brincar foi feita por amadores se tivesse sido ele a fazê-la

    publicado por Nuno Gouveia

  3. maria celeste ramos says:

    Está tudo a tornar-se tão triste – e se se precisar de algum exemplo mais mobilizador não se encontra e, estranhamente, já que no país não há, há quem se volte para Hollande – é português ?? então cá dentro secaram todos como a terra de pastagem ?? – resta o quê e quem ?? apenas o nosso inconformismo e capacidade crítica ?? Essa que também já só se usa com palavras feias ?? ou os blá blás de eis governantes responsáveis que agora parecem saber o que não souberam enquanto no poder e foram os obreiros do que se passa ??? Ontem tive uma aula linda com alunos do 1º ano de arquitectura que aos 18 anos, e como exercício concreto, fizeram maquetes lindíssimas cortando com a forma tradicional de concepção de um certo tipo de equipamento e de modernização da imagem urbana tradicional ?? que lindo – parece que não é só cair em coma alcoólico na Queima das Fitas – haverá por aí jovens a serem distinguidos internacionalmente não apenas no cinema e música mas também noutras artes incluindo investigação científica ?? – parece que sim e que bom e que esperança excepto os que fogem e se “exilam” – apenas que talvez leve muito tempo a substituir toda esta geração de desgraçados destruidores de tudo ?? e se não emigrarem também – o eterno engenho e arte – mas que lindo – uns “senhores” apenas com 18 anos, meninos e meninas – lindos

  4. Tiro ao Alvo says:

    Eu, quando vi o dr. Mário Soares reagir como reagiu, também me lembrei do livro do Rui Mateus. Será que nunca lhe ofereceram um? Ou será que ele nunca o leu?

  5. nightwishpt says:

    Sem querer defender o ex presidente, a mim parece-me mais doidos e esquizófrénicos o Seguro e o Zorrinho.
    Mas você lá sabe se gosta da forca…

  6. Pedro says:

    Absurdo é este governo e esta oposição miserável. Farto de austeridade e de jogos políticos. Enfim, estamos todos à espera da renovação da sociedade portuguesa, encabeçada pelo próprio paçus. Um delírio mental. Gráficos à moda do sábio que agora vai à TVI.
    Entretanto, o desemprego sobe, a economia estagna, e o dinheiro escassa. Só me irrita é andar a pagar uma dívida odiosa, e a lixar os meus filhos por causa de amadores.

  7. maria celeste ramos says:

    Até acho que a designação de absurdo é pouco – e nem sequer sou capaz de passar ao lado, tentar ignorar – e lamento sentir-me apanhada por um tão mal estar como nunca tive e que até é o mais oposto possível ao dia 25 abril e mais ainda do 1º 1º de maio, que era uma tal alegria, contida, sem precisar de gritar mas apenas sentir, como se fosse o máximo de bem estar sem ter de explicar – Uma vez vi uma cena num programa do Geographic de uma gioconda com muito esforço engolindo um crocodilo pequeno o que mem sequer é normal – levou muito tempo a engolir e parecia não ser capaz, mas engoliu, e ficou com uma barriga anormal – se calhar a cobra morreu de glutice – não me sinto engolida mas tenho tão mal estar que me sinto demasiado apanhada e desasada
    Estou a ouvir que o mesmo prof terá de dar aulas em duas escolas no mesmo dia -(RTP Informação) 02:30H – e que os feriados vão ser revistos mas serão mudados até 2008 – Roquete tem megaprojecto no Alqueva – Pobre Alentejo pobre Tua – Pobre Sabor – teremos 100 barragens e nem em França haverá tantas – a electricidade para toda Paris é conseguida com a reciclagem de lixos urbanos como vi há anos em programa TV – Municípios do país ameaçam encerrar serviços e por mim reduzia funcionários e vereadores a metade mas teriam de ficar a trabalhar noutro lugar pois se todos forem reformados um dia nem chega para mim – Espiões ao serviço da Ongoing Silva Carvalho e Vasconcellos – devassa do privado – e até se venderam segredos – promiscuidade público privado – que promiscuidade pornográfica – funcionários que não sabem estar nos lugares que lhe confiaram – secreta espiava o sr televisão (Moniz) – Jornal de Negócios e o país em saldos para ser comprado pela filha de angola – Merkel trabalha em contra-ofensica para com Hollande – o desprezo alemão – como cá afinal – mas também quero lá saber de segurro e zorrinho que nem zurra – afinal a notícia dos feriados mudou – só a partir de 2013 – dentro de 5 anos a renegociar pela Santa Sé – sem feriados é que nos vamos salvar – reduzam a AR – extingam as Fundações predadoras – que vivam à sua custa – retirem os cartões de crédito nas universidades e todos os do governo e CM e sei lá quem mais tem – nenhum perde a mínima regalia e algumas são indecentes – e o que nos retiram nem vai dar para tanto luxo – os fornecedores da Pingo Doce sentem-se prjudicados – Hoje Cimeira Ibérica no Porto + empresários dos dois países – Porto e Vila Nova de Gaia trânsito cortado incluindo para peão – coitados de quem tem de andar na rua e transitar – filhos de coisa estranha com este “grau de ameaça média”

  8. Tozé says:

    alguém que diga a este tipo que Sócrates já não governa e que a merda fresca que ele pisou é do rapaz louro que chegou a premier


  9. O Soares está choné. Este é um dos que deveria estar na cadeia por aquilo que fez ao país. Mas já ninguém se lembra.

  10. patriotaeliberal says:

    #8,

    Eu digo:

    Atenção, atenção! Esta merda é fresca.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.