Famílias em crise

Em 2011, foram retiradas às famílias quase 3000 menores, ou seja, crianças e adolescentes separados das suas famílias e entregues a instituições.

Famílias em crise, onde, ao contrário do que se possa esperar e onde não é suposto, as crianças não encontram o carinho, a compreensão, o apoio e a paz, mas antes a violência, a negligência e os maus tratos.

É muito preocupante.

Há casais que não podem ter filhos e procuram naquelas instituições «filhos» a adoptar, os filhos de outros que não souberam nem puderam ser pais no verdadeiro sentido da palavra.

Comments


  1. Isto tem muito que se lhe diga – não é tão linear e racional como se diz – todos sabem o que têm a fazer aos filhos dos outros – mas igoram as razões e nada fazer para ajudar as mães a serem de outra forma – há quem não saiba como fazer pois já nasceu de mãe que não sabia pois que lhe fizeram o mesmo – a educação e assistêncai tem de ser à familia e não apenas intelectual e retirar o filho do colo da mãe que tem um CHEIRO que mais nehuma tem – este pensamento parece sueco e os pais suecos a quem tiram os filhos são as crianças que nem ficam bem nem os pais que ficam em depressão para o reto da vida e são presos em casa com coleira (nos pés) electrónica – le coeur a des raizons que la raison ne connais pas dizia o sr Pascal e dou-lhe razão e sei do que falo e não é intelectualidade porque não sou intelectual nem me atrevo a ter muitas ideias dogmáticas e axiomáticas – vou ouvir quem escrever 20 livros incluindo poesia – estudou direito e é director de não sei quê e fez a EXPO – A Mega Ferreira – sic 23:00H-de 26 maio 2012-dia em que minha mamã me deixou e foi para outro lugar mas ficou sempre dentro de mim – o bruguês culto que nasceu lisboa e a adora e quer nela morrer – também eu quero morrer aqui – vamos ver – esta sociedada não favorece o “intectual” como há 50 anos – não tem peso na sociedade a sua opinião pública já não conta – acabo dizendo que o que conta hoje são as “bocas”
    O bruguês culto era o que tinha interacção com a sociedade – só fla no Camus e Sartre e Paul-Mauriac – está em extinção – cagão – não quero ouvir

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.