Crónicas do Crato (1)

nuno crato 1
Nuno Crato inaugurou um centro escolar. Recebido pelas “forças vivas da terra” (a grosseira incultura da maioria dos nossos tele-jornalistas não lhes permite conhecer a triste história de expressões como esta), o ministro foi imediatamente atacado pelas notas da banda presente que interpretava nada menos que a “Maria da Fonte”. Não resisti a lembrar e cantar mentalmente os versos da marcha:”Olha a Maria da Fonte/ Com as pistolas na mão/ Para matar os Cabrais/ Que são falsos à nação!”. Assim seja.

Comments


  1. Não é “olha”, é “viva” 🙂

    • José Gabriel says:

      Tem razão, sinaizdefumo. Precipitei-me. Para penitência, vou cantar a marcha toda para o meu gato. Saudações.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.