Um filho nos exames e nas análises

Acho que sonhei ou antes, acho que tive um pesadelo.

Havia um tipo que iria para deputado, mas infelizmente uma empresa internacional precisava de algumas lanças nos corredores do poder. Vai daí, troca-se o anterior candidato e avança o filho do que manda. Uns tempos depois, já no poder, essa empresa começa a tomar conta do mercado graças a legislação elaborada com o dedo do filho.

E o que é que isto tem a ver com a escolha de um candidato? Nada.

Deve ter sido mesmo um pesadelo.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.