Como se sabe, os milagres não estão sujeitos a prova

ionline-20140311

Na passada segunda-feira, esta foi a capa do jornal i, o diário que, há uns anitos, se anunciou como  querendo fazer jornalismo diferente. “Milagre Machete” não parece indicar manipulação muito distinta da que se vê em outros órgãos de comunicação social que costumam andar de mão dada com o poder.

Para se perceber que não há milagre algum, que a descida das taxas de juro não se devem à acção do governo e que a euforia da “saída limpa”, seja lá o que isso for, não faz sentido, é de ler este artigo:  Porque desceram os juros da dívida nos periféricos da zona euro? Sumariamente, temos juros mais favoráveis graças ao BCE e ao Fed, factores externos, portanto. Tal como viremos a ter piores juros se houve um espirro no delicado equilibro europeu, por exemplo devido a uma guerra na Ucrânia.

Trackbacks


  1. […] 101 tweets, 101 como os dálmatas, para repetir slogans, tal como pega em outros press releases de milagres Machetes, para deles fazer caixa alta. É isto que os portugueses acham que temos de […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.