Já assisti a este filme anteriormente…

Não sou especialista em política internacional, muito menos em questões de secessão. Por princípio sou favorável à autodeterminação dos povos. Dentro de alguns limites, isso inclui o Direito de secessão dos povos, regiões, países. Se o País Basco ou Catalunha decidirem um dia quebrar a ligação à Espanha, ou mesmo se a Madeira deixasse de pertencer a Portugal, desde que resultasse da vontade das populações expressa em livre referendo, a minha posição seria favorável. O pretexto que a comunidade internacional utilizou no Kosovo, permitindo à maioria albanesa do território separar o mesmo da Sérvia, serve agora como uma luva à população da Crimeia. Por mais que os hipócritas políticos que governam os EUA ou a inútil instituição sediada em Bruxelas protestem. Foram eles quem abriu a caixa de Pandora…

Comments

  1. Nightwish says:

    ” se a Madeira deixasse de pertencer a Portugal,”
    Seria um grande dia para Portugal…

    Isso é muito bonito, mas as coisas nunca são tão simples. Há muitas dúvidas de fraude na Crimeia e como se pode considerar um referendo válido sem uma CS livre?
    O processo do Kosovo teve outros problemas, outros processos não tiveram, raramente as coisas são simples.


    • Quando falei em limites, refiro-me à vontade expressa das populações. Desconheço se houve fraude na Crimeia, mas penso que a haver seria desnecessária. É tão evidente que a Ucrânia é (era) um país dividido. Há outros na Europa, este não era caso único…

      • Nascimento says:

        Pois é. Já que afirma não ser “especialista”.Eu acredito. Infelizmente morreu alguem que podia explicar melhor estas coisas. Medeiros Ferreira. E quanto a uma simples nota ,SOBRE A SUA MORTE,aqui no AVENTAR nicles, nada, rien. Feio , MUITO FEIO.

      • Nightwish says:

        Imagino que também seria desnecessário ter tropas russas na Crimeia.


  2. O que me entristece mais é ver os dignos representantes da UE , que já deviam ter ficado vacinados das patrarnhas bushianas/inglesas no Iraque,voltarem a acompanhar as palhaçadas inglesas/americanas. Na frase = os da crimeia falam russo com o Putin , gostam da Russia, querem juntar-se a F.Russa e não percebem porque daqui queremos decidir por eles -os nossos “protectores” da NSA/GCHQ´s não percebem e não querem entender

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.