Cavaco Silva como nunca o viu

Grades

Mas como muitos gostavam de o ver: atrás das grades.

Foto: Miguel Pereira da Silva/Lusa@Expresso

Comments

  1. Rui Moringa says:

    João,
    Vale a pena perder tempo com este Presidente?
    Está em fim de mandato e velho.
    A maioria dos portugueses elegeu-o e aí é que está a nossa mediocridade.
    Elegeu-se alguém que como primeiro ministro e presidente tem uma ação política muito criticável.
    Penso que não vale a pena falar dele.
    Valeria apena falar na cidadania e nos aspetos da consciencialização para a formação em geral, para que se façam cada vez melhores escolhas.
    Para mim, nos tempos que vivemos, serão muito provavelmente fora da caixa apresentada pelos papagaios amestrados.

  2. Fernanda says:

    A este propósito, e falando sobre o ainda presidente da república, convém não esquecer as “garantias” pedidas a A. Costa sobre o sistema bancário e financeiro lusitano, antes de “indicar” o líder do PS para 1º ministro.

    Neste momento, os cidadãos devem pedir “garantias” ao anterior governo, ao sr. presidente e ao sr. governador do bp.

    Ou não?


  3. Ainda está bem a tempo de ir lá parar, mas é o ps que está no poder…

Trackbacks


  1. […] Sempre que nos deparamos com estes actos de terrorismo financeiro, que pelas contas do Diário de Notícias já custou aos contribuintes cerca de 13 mil milhões de euros desde 2007 – 7,3% do PIB, quase um ano de colecta de IVA – surge o denominador comum: Cavaco Silva. Foram os seus rapazes que arruinaram o BPN, foram vários os financiamentos de campanha que lhe chegaram do BES, o tal banco no qual os portugueses podiam confiar, e agora sabemos também que foi cúmplice no encobrir de uma fraude com a chancela de altas individualidades do seu partido. Cavaco, sempre Cavaco. Será que ainda vamos a tempo de o ver assim? […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.