Quem é que colou as letras

no equipamento da seleção olímpica de futebol?

Comments

  1. Helder P. says:

    Em muitos aspectos foi uma selecção arranjada na “loja dos 300” como se dizia antigamente (actualmente seria no “chinês”), mas que fez um exibição que nos deixa orgulhosos e com ambição para mais.
    Os JO continuam a ser o parente pobre das competições para a FIFA e para o dirigismo clubístico nacional, mas os rapazes “sem nome” estão a mostrar o que significa para eles o sonho olímpico.

Deixar uma resposta