Postal de Barcelona

Maria João Moreno

Politicamente, isto é uma tristeza franciscana. Por um lado, é emocionante ver as pessoas manifestarem-se em massa veemente, decidida e pacificamente. O silêncio nas manifestações é eloquentíssimo e não dá a mínima possibilidade de intervenção policial (esperemos!). Mas por outro lado, esta fratura com a Espanha (herança do Franco, monarquia, repúblicas falhadas, entre outras) cria uma fratura na própria sociedade catalã e o modus operandi tem muitas lacunas (sobretudo tendo em conta que quem lidera a “revolução” pertence ao partido reacionaríssimo, que entretanto só mudou de nome por causa da corrupção). E é triste ver que, nos grupos reivindicativos em que nos movemos, em geral, as pessoas que se manifestam contra este processo (pela maneira como é feito e pelos seus impulsionadores) se sentem marginalizadas.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    ” Somos los nietos de los Republicanos que no pudisteis FUSILAR”
    Diz logo o SIlva:
    Então, só podem ser comunistas!


  2. O Nalgas a tentar ser engraçado ás vezes diz umas verdades.
    A minha dúvida é, se neste caso é por ignorar o assunto ou se é para enganar os demais.
    Digo isto porque eu, que sou um ignorante, sei que na guerra civil espanhola, a “democrática” defunta URSS foi aliada dos Republicanos. Mas provavelmente porque os Republicanos defendiam a Democracia Liberal…

    Rui Silva

    • ZE LOPES says:

      A URSS foi aliada dos Republicanos? Antes fosse…uma verdadeira aliada…Assim como outros, que mais tarde se arrependeram quando se viram em guerra…

      A pergunta é: quem foi aliado “dos outros”? Sim, dos que conseguiram impor a tal “democracia liberal”…Aquela que os Republicanos não queriam…

Deixar uma resposta