Catalães na rua

Ao som desta música, muitos milhares de pessoas dançaram ontem na rua até de madrugada nas festas da cidade de Barcelona. Esta gente sabe unir-se, sabe protestar e sabe desfrutar.

EXEMPLAR

MANIFESTACION EN BARCELONA ” NO A LA GUERRA “

Exemplar a todos os níveis:

  • 500.000 pessoas na rua, a expressarem repúdio pelo terrorismo e a recusarem submeter-se ao medo
  • Participação, lado a lado, de todos: cristãos, muçulmanos, gente de esquerda e de direita, unidos contra a violência
  • Não à islamofobia
  • Afirmação da diversidade, da tolerância, da solidariedade, da força dos cidadãos.
  • Não à guerra.

Barcelona, a Cidade Livre

barcelona-cidade-livre
As pessoas livres dispensam, não precisam de uma imprensa sensacionalista.

Os vândalos do costume…

Aconteceu em Barcelona, mas pode ultrapassar fronteiras e chegar a Portugal mais depressa do que imaginam. Um grupo de lunáticos decidiu assustar turistas, como forma de protesto pelo que consideram ser a morte dos bairros. É bom que os autarcas e demais poderes ponham rapidamente cobro à bardinagem utópica dos que apenas reclamam direitos sem reconhecerem deveres, porque existem formas de fazer política, mas esta não é uma delas… [Read more…]

Os segredos de Lionel Messi

Para desfrutar do futebol positivo do argentino na goleada por 5-0 frente ao Celta de Vigo.
O golo de Neymar e o último do argentino chegam a ser ridículos de tão bem conseguidos do ponto de vista técnico. Não é fácil brincar com o centro de gravidade do guarda-redes.

Quais são os segredos do futebol redondinho do jogador argentino?

[Read more…]

Um fiasco que custou 35 milhões de euros

O Jornal A Marca já capitalizou sobre André Gomes. Eu bem avisei.

O rolo compressor do Bayern, a desgraça de Arsène Wenger e um par de notas sobre uma jornada de Champions quase perfeita

Uma 2ª parte de sonho para a equipa de Carlo Ancelotti permitiu ao Bayern despachar mais uma vez o Arsenal (o Bayern é efectivamente a besta negra de Arsène Wenger nas competições europeias) e garantiu uma viagem tranquila a Londres para o jogo da 2ª mão daqui a 15 dias. Com um futebol demolidor, o golo do polaco teve o dom de desbravar caminho a uma goleada muito trabalhada, num jogo muito difícil para os bávaros no primeiro tempo em virtude da pressão alta executada e do prático futebol demonstrado pelos gunners.

[Read more…]

André Gomes, o falso tudo!

«Preferia ter o meu próprio estilo, mas acho que sou um misto dos dois. Iniesta e Rakitic são uma referência mundial, eu tenho de crescer, mas eles são modelos para mim

E um misto de Jorge Mendes, outra referência mundial, noutros campos deste futebol. Adiante. Não sei se o André disse isto a brincar ou a sério, mas acredito que o tenha dito com alguma seriedade porque a imprensa espanhola por norma não perdoa este tipo de afirmações e acaba quase sempre por capitalizar sobre o jogador.

Não sendo um apreciador do jogador em causa, apesar de lhe gabar a fantástica técnica individual de drible e de passe, creio que a afirmação está muito longe da verdade, apesar de crer que pese embora tenha sido contratado por um balúrdio muito acima do valor de mercado, o Barcelona viu em André Gomes um jogador muito hábil para segurar vantagens quando o mago Iniesta precisa de ir mais cedo para o banho de forma a poupá-lo para a partida seguinte.

[Read more…]

Abelardo contra o futebol moderno

A semana futebolística trouxe-nos alguns momentos de destaque. A derrota caseira do Real Madrid contra o Celta na 1ª mão dos quartos-de-final da Copa del Rey, desfecho que irá obrigar decerto Cristiano Ronaldo a horas extras na próxima semana no jogo do quentinho Balaidos, as declarações de Gerard Piqué sobre a arbitragem espanhola (na primeira vez em anos em que o Barcelona passa de beneficiado a prejudicado), a situação frágil de Pep Guardiola em Manchester numa altura em que a 10 pontos da liderança, depois de uma goleada por 4-0 frente aos toffies de Ronald Koeman, goleada essa que teve tanto de injusta para os citizens (pelo que a equipa de Guardiola fez no 1º tempo) como de justa para a formidável exibição e equipa, diga-se, que o holandês ostenta no Goodison Park (contam-se pelos dedos as futuras vedetas do futebol mundial que os toffies irão vender no próximo defeso) levou o espanhol a declarar a falência técnica nesta temporada com afirmações que vão de encontro aquilo que já se previa: quando se tem uma equipa de rock and roll como é o caso da equipa do City não se pode nem se deve querer ser aquele DJ que fica estagnado nas passagens entre tangos.
Contudo, venho aqui falar do despedimento de Abelardo do comando do modesto Sporting de Gijón, o denominado Sporting do outro lado da fronteira.
[Read more…]

Lionel Messi vai mesmo a julgamento por fraude fiscal

responder por três crimes, que resultaram num desvio de 4,1 milhões de euros da autoridade tributária espanhola. Que seja punido, devia ter vergonha na cara.

cláusulas, empresários e yes men

Sporting Lisbon's Pereira looks at the referee after receiving a yellow card during their Europa League play-off soccer match against Brondby at Jose Alvalade stadium in Lisbon

Que João Pereira não é flor que se cheire, já todos sabíamos de ver, e muitos adversários o sentiram nas caneleiras, mais acima ou mais abaixo, em campo. A crer no que vem escrito por aí, exemplarmente na bíblia do desporto, o zero de jogos disputados que leva na presente época, afinal, não é tão inocente como a explicação de Nuno Espírito Santo para o facto: “O Valência tem dois laterais melhores que o João” (sic).

Parece, então, que os contornos são um pouco mais nebulosos. O treinador português dos espanhóis seguiu as ordens do Presidente do clube e baniu o “tuga” de todas as convocatórias. Tout court!

Com efeito, tendo João Pereira disputado 74 jogos, ao 75.º entraria em vigor uma cláusula automática de renovação do seu contrato por mais dois anos, o que os dirigentes valencianos não querem que aconteça.

Meandros à parte, Nuno Espírito Santo é, de há muito, um enfant gâté de Jorge Mendes o super-hiper-empresário dos futebóis por essa Europa fora. E todos sabem que Jorge Mendes é leonino na forma como gere os seus activos.

Então não é que o rapaz português roeu a corda ao todo-poderoso e assinou por Carlos Gonçalves, da Proeleven, com sede na Rua dos Fanqueiros em Lisboa, e que gere, por exemplo, as carreiras de Vilas-Boas, Marco Silva, Marcos Rojo, Wilson Eduardo, Josué e Daniel Carriço?

Se Marco Silva ainda não é treinador do FC Porto, diz-se, foi porque se recusou a mudar de empresário, exactamente de Carlos Gonçalves para Jorge Mendes. E Josué, na época em que Jorge Mendes reentrou em força no FC Porto, foi cirurgicamente emprestado.

jpPor isso, não será também ingénuo o que se diz: João Pereira está na mira do Barcelona, exactamente o clube rival dos maiores centros de interesse de Jorge Mendes em Espanha: Real Madrid e Valência.

“Quem semeia miséria colhe raiva”

Em Barcelona, e desde o início desta semana, as ruas ardem, literalmente, de descontentamento. Há perseguições policiais, dezenas de detenções, caixas de multibanco destruídas, contentores incendiados, barricadas. Consequências da decisão do autarca Xavier Trias que ordenou o despejo de Can Vies, um centro social gerido por iniciativa popular. Num edifício ocupado desde 1997, organizaram-se, ao longo dos últimos anos, oficinas de teatro, debates, apresentações de livros, peças de teatro, concertos, jantares comunitários, e até um jornal de bairro: “La Burxa”. Can Vies tem sido um lugar emblemático daquilo a que se vai chamando “movimentos alternativos”, uma espécie de laboratório onde várias gerações foram construindo utopias e dando corpo a projectos sociais com impacto directo na vida da gente de um bairro operário, o de Sants, com grande tradição de associativismo e múltiplas cooperativas.

Ora, uma “escola de militância”, como alguns lhe chamaram, transcende as suas quatro paredes, e o despejo foi sentido como uma afronta às gentes de Sans. O rastilho de Can Vies incendiou o bairro, em seguida a cidade, e os tumultos já chegaram às vizinhas Lleida, Tarragona e Girona. [Read more…]

O Dia Seguinte…

visao-porto

 

O jornalista Miguel Carvalho fez uma reportagem sobre a cidade do Porto (Como o Porto conquistou o Mundo) para a revista Visão. Já aguardava ansioso pela dita desde julho/agosto, altura em que entrevistou Melchior Moreira (Turismo do Porto e Norte de Portugal) na esplanada do Porto Cruz e no restaurante do Hotel Carris.

 

As minhas expectativas eram, confesso, elevadas. O Porto está mesmo na moda, o Miguel Carvalho conhece bem a cidade (é um tripeiro) e basta percorrer as ruas do Porto para perceber a quantidade enorme de turistas. Gostei, gostei bastante. E fiquei a saber que me falta conhecer tanto desta minha cidade. Tanto!

 

O problema será “o dia seguinte”.

[Read more…]

Neymar

E Messi na mesma equipa vai ser uma coisa do caraças...

Com Aznar, ganhava o Real Madrid

Com Zapatero, o Barcelona. E com Rajoy, os alemães.

(Circula pelo twitter, mas já se perdeu o rasto ao autor)

E a Lazio é adepta do Real Madrid

Milan já é sócio do Barcelona

E hoje também sou catalão

Pela Catalunha, e pelo futebol. Um campeonato das federações ibéricas de futebol era a salvação das tesouraria dos clubes portugueses.

Futebol: Barcelona e Real Madrid no jogo de um planeta

Um jogo de futebol entre o Barcelona e o Real Madrid é mais do que um jogo entre dois clubes de futebol e não é só de um confronto entre duas regiões de Espanha que se trata. É muito mais que isso.

É o jogo de futebol do planeta Terra, se calhar de todo o Universo, quem sabe…

Isto tudo para vos deixar a ligação para os cinco golos desta noite.

Real Madrid, MOUrinho, CR7, Coentrão e Carvalho campeões em Espanha

Está feito! Mourinho ganha mais um título apesar do MESSI não parar de marcar golos.

O chapéu que o Messi fez depois de marcar duas penalidades é fabuloso e vale a pena ver. Mas para memória futura fica a vitória do Real com mais um golo do Cristiano Ronaldo.

Vídeo: os cinco golos de Messi num único jogo…

…da Liga dos Campeões.

O jogo Barcelona – Bayer Leverkusen desta edição da Liga dos Campeões teve oito golos, facto raro nesta competição. Mas, caso único no actual formato da competição, um só jogador marcou cinco golos. Quem? Messi, claro. Golos para todos os gostos.

Tu queres ver?!

Ronaldo e Iniesta podem casar no mesmo dia

Uma leitura apressada de determinados títulos pode levar à ligeireza de insinuações, ainda para mais tendo em conta as loas que Cristiano Ronaldo teceu recentemente à sua própria beleza, numa atitude considerada pouco máscula em determinados círculos. Parece, aliás, que os responsáveis pela Liga Espanhola estão a pensar incluir passerelles no acesso ao relvado e não será estranho assistir à entrega do ceptro e da coroa ao nosso madeirense madrileno, que poderá chorar, ao mesmo tempo que louva a paz no mundo, atirando beijos com a mão enluvada de rendas brancas.

A leitura da notícia, cujo conteúdo é precioso para a vida de todos aqueles que prezam a informação útil, desmente qualquer maledicência ou dúvida forçada acerca da sexualidade dos dois craques rivais, mas não deixa de ser curioso imaginar que a legalização do casamento homossexual venha a juntar matrimonialmente dois jogadores de clubes inimigos que, uma vez em casa, poderão dedicar-se a entradas de pés juntos, dando um novo enquadramento ao conceito de violência doméstica ou conferindo um sabor diferente a uma relação sadomasoquista.

Isto não vai passar no telejornal

Um exemplo clássico de polícias infiltrados numa manifestação pacífica, com o objectivo de provocar situações de violência. Nada de novo, excepto o flagrante de a polícia ter ido resgatar os seus camaradas

via 5 Dias

Veja mais provas de quem começou com a violência em Barcelona. Descrição pormenorizada da armadilha. Aproveite enquanto é tempo: no twitter circulam informações que apontam para um boicote do youtube à divulgação destes vídeos. E entretanto temos a versão oficial a circular nos jornais. O costume.

Actualização: o vídeo que aqui coloquei foi apagado pelo youtube. Agora meto o que o substituí. Agradeço aos leitores que avisem na caixa de comentários se for novamente retirado. Começa o jogo do rato e do gato…

O mundo em que até o futebol apodreceu

O Barcelona venceu a ‘Champions League’, ao derrotar o Manchester United por 3-1 em Wembley.

Os aficionados do clube catalão, naturalmente, saíram à rua para festejar o título e aconteceu aquilo que o vídeo nos mostra: cenas de grande violência, entre manifestantes e as severas forças policiais locais. Resultado: 132 feridos são citados pelos jornais La Vanguardia e “i”, estando 2 desses feridos em estado grave.

Como os tristes acontecimentos de violência não fossem, já por si, suficientes, em Santiago de Compostela, uma jovem de 17 anos morreu, por acidente diga-se, quando também festejava a vitória do Barça.

Registe-se que, nos confrontos na capital catalã, não se envolveram os “acampados na Praça da Catalunha”. Reforçou-se, assim, a falta de qualquer justificação para a violência de que foram alvo há dias por parte dos ‘mossos d’esquadra’ e polícia urbana catalãs, como denunciou aqui o João José Cardoso.

O ‘acampados’ da Praça da Catalunha lutam contra o tipo mundo em que nos transformámos; ignominioso, corrosivo e em que tudo, até o futebol e o que o rodeia, apodreceu. Triste.

Marquem na agenda: 26 de agosto há futebol

A abrir a temporada, promete ser o jogo do ano: Barcelona e FC Porto, as duas equipas que melhor futebol jogam na Europa, encontram-se no Mónaco.

Como já escrevi, no dia seguinte os jornais vão ter no cabeçalho

Villas-Boas vinga Mourinho

Sim, é uma profecia.

Paixões não se discutem

Daqui a pouco, numa televisão perto de si, o jogo do ano, eu estarei a torcer pelo:

 

Tratado de Semiótica da Imagem

O que vê nesta fotografia?

 

Barcelona: se os filhosdaputa voassem não se veria mais o sol

O futebol como desculpa: evitar confrontos se o Barcelona ganhar a final da Liga dos Campeões. À bastonada e a tiro tentam desalojar os acampados em Barcelona, que resistem de mãos no ar.

A seguir deve aparecer uma ordem de despejo noutras cidades baseada no facto de tanto tempo ao ar livre prejudicar a saúde e provocar cancro de pele.

Como cantou o catalão Pi de la Serra, se os filhosdaputa voassem não se veria mais o sol.

Vodpod videos no longer available.

veja mais vídeos e fotos:

[Read more…]

E agora que venha o Barcelona

O melhor jogo da temporada portuguesa foi, de muito longe, o FC Porto – Braga. Simpático da nossa parte oferecer uma réplica ao mundo. Claro que final é final, e réplica não é o original. Mas foi entretido, embora tenha faltado o golo do Braga, e os que se lhe seguiriam.

Coisas que orgulham a pátria: Helton diz ao árbitro que não sofreu falta (também é verdade que ia dar ao mesmo) e a saída de campo dos jogadores do Braga, passando por um respeitoso túnel formado pela equipa do Porto. Mais duas razões pelas quais o Braga mereceu eliminar os apóstolos da luz apagada.

Próxima etapa: a supertaça a disputar com o vencedor da Liga dos Campeões parece que é no Mónaco. Muito perto da Catalunha? Que venha o Barça. Eu sei que profecias só no final do jogo, mas esta já a fiz.

Real de Madrid roubado mais uma vez em Barcelona

O Real de Madrid não pode jogar contra o Barcelona sem ser roubado. Não está aqui em causa o valor de cada uma das equipas, mas o condicionamento do  jogo e do resultado por influência directa das arbitragens.

Uma falta inexistente na primeira falta assinalada a Di Maria em situação potencialmente perigosa para o Barcelona, um golo muitíssimo mal anulado a Higuain, cartões amarelos estrategicamente mostrados, faltas assinaladas -ou não- com critérios distintos, fizeram com que o campo se inclinasse em desfavor do Real.

Mourinho tem razão, o Real está proibido de ganhar ao Barcelona.

Futebol é outra coisa. Em Futebol, com uma bola redonda e um campo plano, até o Barcelona estaria sujeito a perder.

Saía um Porto-Barcelona, sff

Pesem as minhas simpatias pelo Barcelona, aquilo que se viu ontem foi uma vergonha:

Isto somado à expulsão palerma de dois portugueses mexe com a minha adormecida costela patrioteira.

Não sei se ainda há supertaça europeia, mas sei que lá para o verão os vencedores das ligas europeias se vão encontrar. Espero por isso que o Barça ganha a Liga dos Campeões. Um Porto – Barcelona permitirá aos jornais do dia seguinte titularem:

Villas-Boas vinga Mourinho

E já agora parabéns ao Braga, e a Domingos Paciência, a um golito de uma final europeia. Este verão, na falta de outra indústria competitiva, lá vamos exportar jogadores e treinadores. O costume.