Parabéns aos lobistas da indústria de conteúdos

 

Drama atinge o hemiciclo enquanto o Parlamento Europeu apoia projecto de lei dos direitos de autor
O Parlamento Europeu aprovou o polémico projecto de direitos de autor nesta quarta-feira (12 de Setembro), provocando aplausos de júbilo e uivos de desaprovação por parte dos eurodeputados no hemiciclo de Estrasburgo.

Particularmente, os artigos 11 e 13 foram ambos aprovados, tendo sido rejeitadas várias propostas de alteração oriundas dos opositores ao projecto.

O Artigo 11 obriga as plataformas de Internet que publicam fragmentos de informação a contratar uma licença do editor original do material, enquanto o artigo 13 pede aos provedores de serviços que monitorizem o comportamento do utilizador como meio de interceptar infracções dos direitos de autor.

Parece tudo aceitável, não parece? Esperem até verem negada a tentativa de carregarem uma selfie num estádio de futebol (1), ou de partilhar um vídeo onde aparece uma televisão a emitir qualquer coisa (2). Ou a partilharem uma gravação vossa de uma música de Beethoven (3). Ou a fazerem uma citação de um livro ou de um jornal (4).

voss.jpg

(1) EU copyright reform will spell disaster for sports fans

(2) What’s Legal: When Are Background Sounds With A Copyright In Video Clips OK?

(3) Google: Sorry professor, old Beethoven recordings on YouTube are copyrighted

(4) End of internet memes? EU approves controversial copyright law that ‘could kill off the web’s user-generated content’ such as reaction GIFs, quotes from online articles and music remixes

Parabéns aos lobistas da indústria de conteúdos. Trabalharam bem a convencer os não representantes dos cidadãos, também conhecidos por euro-deputados.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Vou ter que andar à procura de VPNs de países mais abertos, tipo a Rússia.


  2. Isto pode ter um efeito positivo. Há não sei quanto tempo li que na net, havia 3% de criadores de conteúdos e 97% de gente que mais não faz que partilhar. Talvez estes 97% comecem a fazer alguma coisinha da vida.

  3. Luís Lavoura says:

    Se as pessoas deixarem de pôr na net selfies tiradas em estádios de futebol e vídeos onde se vê televisões, a perda não será grande. Eu diria mesmo que será um ganho.

  4. Luís Lavoura says:

    Este post vale sobretudo pela fotografia da Roberta Metsola.
    Na wikipedia diz que ela tem 39 anos, mas aqui aparece muito bem conservada e em excelente forma.

    • j. manuel cordeiro says:

      É isso, a foto sacada ao euractiv.com é a única coisa que importa. Já o facto de um filtro de uploads, como o Youtube ContentID, limitar a actividade individual levada a cabo dentro da legalidade é completamente irrelevante.

      Já agora, adoro a postura liberal intermitente. Parece que se só se aplica se for para reduzir salários e privatizar empresas.

  5. j. manuel cordeiro says:

    A questão central neste assunto é simples: quem é que ganha com esta legislação? A resposta é simples, ganham as grandes indústrias de entretenimento (editoras, estúdios, etc.). Confundi-las com autores é erro propositado ou, vá lá, ignorância.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.