O FC Porto não faz 125 anos… e o FC Porto de 1893 também não

Ponto prévio: não sou menos portista do que todos aqueles que acreditam na patranha inventada há 30 anos para tornar o FC Porto no clube mais antigo.
Sou um portista dos torniquetes. Com 4 ou 5 anos, passava ao colo do meu pai para ver os jogos no velhinho Estádio das Antas, que durante muitos anos foi a minha segunda casa.
Acredito é que a grandeza de um clube não se mede pelo facto de ter aparecido ou não antes dos outros. Mede-se por valores e um deles, se calhar o mais importante, é o da verdade.
Posto isto, parece-me indiscutível que o FC Porto foi fundado em 2 de Agosto de 1906 e que o FC Porto de 1893 não passou de uma remota e efémera experiência que durou menos de um ano e que acabou tão depressa como começou.
Em comum, os dois clubes tinham apenas o nome, nada mais. Os fundadores de 1906 disseram-no com todas as letras há quase 70 anos: um clube nada teve a ver com o outro e os fundadores do segundo não faziam a mínima ideia de que 13 anos antes existira um com o mesmo nome.
Sim, sempre se soube da existência de dois FC Porto…
A investigação profunda, que terminei há uns meses e que entretanto enviei às editoras para análise e eventual publicação, prova-o sem qualquer dúvida.
Deixando de lado essa investigação – espero que um dia possa ver a luz do dia – atenho-me para já apenas ao que é público.
Quem visitar o Museu do FC Porto, verá em exposição a convocatória para uma Assembleia Geral, datada de 16 de Junho de 1893, onde se discutiu «o projecto de regulamento apresentado pela Direcção». A Assembleia Geral, pelo que se lê na convocatória, foi marcada «por ordem do Exmo. Presidente da Direcção».
Ora, se em 16 de Junho de 1893 já existia uma Direcção eleita, já se realizavam Assembleias Gerais e já se discutia o regulamento interno, como é que se pode dizer que esse clube foi fundado em 28 de Setembro? Só porque nesse dia saiu uma notícia num jornal de Lisboa a dizer que «foi fundado» um clube sem dizer quando?
Como portista, aceitar que a data da fundação oficial seja a de um dia em que nada aconteceu, a não ser a publicação de uma notícia de jornal, é simplesmente triste.
A verdade é que alguém inventou uma mentira. E apesar de alguns recuos subtis nos últimos tempos (em Maio, Jorge Nuno Pinto da Costa falou de José Monteiro da Costa como «o fundador do nosso clube»), o FC Porto passou a estar refém dessa mentira.

Comments

  1. vasco says:

    O FC Porto, clube de muitas das gentes da invicta cidade do Porto, está refém de mais e piores mentiras do que essa.

    O que é pena…


  2. Existem evidências claras que um clube chamado Football Clube do Porto foi fundado em 1893… não estou é muito certo, pelo que li, se existe realmente continuidade, mas existem documentais da existência do primeiro clube fundado em 1893, e evidências de jornais são tão boas como registos notarais e outras formas jurídicas, se seguissemos tudo a jurisprudência coimbrão impõe, mais de 90% da história portuguesa (arrisco dizer) existiria…

  3. Ze de Faro says:
  4. Ze de Faro says:
  5. fonix says:

    hahahahaha estes portistas da treta

Trackbacks


  1. […] do ecletismo do clube, que era uma característica nuclear do FC Porto. Não serei conivente com a nova data de fundação, assente numa mentira gigantesca que transformou o FC Porto num clube com uma história falsa. Não […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.