Dia de Reis

Foto de Josep Lluis Sellart

Há poucos meses, no Verão, o líbio Betcha Honorée esteve prestes a morrer. Ele e mais umas dezenas de pessoas que tentavam atravessar o Mediterrâneo para começar uma nova vida na Europa. O barco em que seguiam naufragou, mas foram resgatados pelo navio da ONG «Open Arms» e recebidos em Espanha.

Foto de Olmo Calvo

Hoje, Dia de Reis, Betcha Honorée desfilou na Cavalgada dos Reis Magos de Reus, na Catalunha, uma das muitas que se fazem por todo o país e em que se juntam milhares de crianças.  Ele e outros refugiados foram incluídos nas celebrações graças um acordo de colaboração entre a autarquia e a Comissão Espanhola de Ajuda ao Refugiado. E pela primeira vez, Reus teve um negro a representar o rei Baltasar, sempre havia sido um branco a pintar a cara para assumir esse papel. Coube a Betcha ser rei por um dia. Se no Verão passado lho tivessem dito, provavelmente não acreditaria.

Por vezes, até o cinismo mais empedernido consegue apreciar o Natal.

Comments


  1. Muito Bom!!
    Aguardo sua visita e seus comentários!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.