A Sonae no país do sOciaLisMo

Em apenas dois dias, ficamos a saber que a Sonae bateu recorde de vendas trimestrais, na casa dos 1,7 mil milhões de euros, com lucros a ascender aos 42 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, e que se prepara para abrir um hotel de luxo nos Aliados, que custou qualquer coisa como 20 milhões de euros.

Ainda bem que o Estado injectou 450 mil euros no grupo, para o ajudar a suportar o aumento do salário mínimo. De outra forma, e a julgar pelas notícias que nos chegam, ainda corria o risco de declarar falência. A credibilidade do socialismo português está ao nível da existência do termo “democrática” na designação oficial da Coreia do Norte.

Comments

  1. francis says:

    claro, a comprar os legumes, a batata, a fruta a centimos e a vendê-los por 10 x mais, só pode ter lucro. Até porque o que se estrega, é sempre por conta do fornecedor. A SONAE só fica com o bife do melhor. Chulos!!!

    • Rui Naldinho says:

      Não foi por acaso que o ex ministro da economia, Daniel Bessa, acabou ligado profissionalmente à Sonae.
      Foi ele o pai da medida legislativa que permitiu o alargamento horários dos hipermercados até às 23 horas, incluindo domingos.

      • Joana Quelhas says:

        “Foi ele o pai da medida legislativa que permitiu o alargamento horários dos hipermercados até às 23 horas, incluindo domingos.”

        Esse Daniel Bessa se foi pai de alguma coisa foi da medida de acabar com a repressão do Estado em não deixar trabalhar as pessoas, e privar outras, de serviços essenciais nos dias e horários que mais lhes aprouver.
        E limitou-se a copiar o que nos outros países desenvolvidos era regra… Mas aqui os COMUNAS de serviço claro,não gostam que as pessoas façam aquilo que lhes apetece. O comuna acha que liberdade é liberdade do Estado proibir.

        Joana Quelhas

        • POIS! says:

          Pois é, ó Qwelasss!

          Com que então a malta dos hipermercados exerce a sua liberdade de trabalhar ao domingo…

          Deve ser como aquela liberdade muito querida aos liberaleiros: a de portar armas e andar aos tiros.

          Que implicará, por sua vez, a liberdade de liberaleiros como Vosselência de levarem um tiro. Não gosta? Ora essa! Limitamo-nos a copiar outros países desenvolvidos.

          O liberaleirsmo, com efeito, tem os seus inconvenientes. Há que aceitá-los!

          • Rui Naldinho says:

            A Troll la ri ló lé da Joaninha, nem sequer conhece a legislação dos outros países, nomeadamente a dos vizinhos.
            Podia começar por Espanha, França e por aí fora.

        • Paulo Marques says:

          A liberdade da Sonae é a liberdade de os outro aceitarem ou morrerem de fome, porque o mercado quer lá saber.
          Do mestre do investimento que achou que achava que se subia, era melhor não se meter nisso, tal o mérito.

  2. luis barreiro says:

    Só quando a vossa preocupação for quanto dinheiro regressa aos bolsos dos políticos do que assinaram das ajudas à Sonae, é que o verdadeiro problema será debatido.

  3. Joana Quelhas says:

    Este Comuna é dos puros?
    Este comuna é primário(Neanderthal)?
    Ou é um Comuna Moderno(versão Putin/Duguin) ?
    Quem sabe !

    Para “Comuna Neanderthal” as empresas são boas quando dão prejuízo.
    O “Comuna Neenderthal” acha que as empresas devem dar prejuízo Porque assim precisam de “ajudas” do Estado. O que leva de forma indireta à nacionalização da atividade económica velada.

    Mas me parece que este comuna ainda não evoluiu para as formas modernas de comunismo , ou seja :
    Como o comunismo além da mais abjeta miséria moral e ética a que conduz as sociedades onde é imposta, também produz a miséria económica, a evolução para Comuna Moderno impôs-se nas elites comunas.
    O comuna “Moderno/Putin/Duguin “percebeu que deixar existir estas grandes empresas e com a sua ajuda se imporem como monopólios é a solução para as recompensas económicas para Estado se aguentar, recompensas económicas para si próprios e para as suas elites e ao mesmo tempo reprimir a pequena empresa e consequentemente o cidadão indefeso, destruindo o elevador social que o capitalismo permite… tenho de ir xau logo escrevo mais…

    Joana Quelhas

    • POIS! says:

      Pois não lhe fica bem, ó Quwellasss!

      Proferir ameaças como as da penúltima linha!

      Verdadeiramente terrorista!

      PS. Quanto ao resto…Olha! A Joana com uma mama nas costas e outra no meio das nádegas! Uma perna á volta do pescoço! Uma orelha no calcanhar! A mijar pela cova do braço!

      Ó Juannna, Vosselência está cada vez mais torcida! É um dó! Essa coluna parece um parafuso dos aviões!

    • Paulo Marques says:

      Tem noção que está a defender as políticas, longe de restritas à província, que beneficiaram as grandes empresas a meter ao bolso e quase nada ao restante da economia, ou é só ignorante?

    • Paulo Marques says:

      Pode defender o que quiser, mas ao menos seja mulherzinha e assuma que quer riqueza para uns, e miséria para a larga maioria.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.