Esoterismo e Política

© Bruno Santos

© Bruno Santos

Pacheco Pereira deu nota recente da sua preocupação com o estado actual do PSD, referindo que as direcções distritais do partido estariam todas entregues à Maçonaria. É possível que esse fenómeno não seja um exclusivo do seu partido, uma vez que se verifica uma disseminação muito ampla de membros do GOL e da GLRP por diferentes patamares do poder, seja público ou privado, desde as autarquias ao governo central, passando por múltiplos outros sectores, instituições e orgãos de soberania. Este texto pretende enquadrar com simplicidade o fenómeno do ponto de vista histórico e permitir uma leitura mais rigorosa e prática daquilo que verdadeiramente pode estar em causa, quer no quadro estritamente político, quer num âmbito mais alargado, ao qual não é alheio o esforço continuado de conquista, distribuição e exercício do poder.

[Read more…]

36ª Congregação Geral dos Jesuítas

A Companhia de Jesus (Jesuítas) vai realizar a partir do próximo dia 3 de outubro, em Roma, a sua 36ª Congregação Geral, tendo como primeiro ponto da agenda a eleição de um novo responsável mundial da Companhia, após a renúncia do padre Adolfo Nicolás.

O novo Superior-Geral dos Jesuítas, também conhecido por General, ou Papa Negro, vai ser escolhido por 215 jesuítas oriundos de 62 países e será eleito por maioria simples. Em 476 anos de existência, esta é a 36ª Congregação Geral da Companhia de Jesus.

O Papa Francisco é o primeiro Papa jesuíta da história da Igreja Católica e será ele o primeiro a conhecer o nome do novo Superior-Geral da Companhia, antes de este ser tornado público. É também do Papa Francisco o lema que presidirá à reunião magna de 3 de Outubro, inspirado num seu discurso, proferido em 2014, por ocasião dos 200 anos da restauração da ordem religiosa:

“Remando mar adentro”.

Qualquer que seja a posição que cada um tenha relativamente aos assuntos da Religião e da Fé, há factos históricos inegáveis. A Companhia de Jesus é uma das organizações mais sólidas e influentes da História, tendo desempenhado um papel decisivo no desenvolvimento científico, pedagógico, político, diplomático e até militar do mundo, desde o século XV até aos dias de hoje.

O sonho comanda a vida

Gôndola Voadora de Bartolomeu Lourenço de Gusmão

Gôndola Voadora de Bartolomeu Lourenço de Gusmão

 

Bartolomeu Lourenço de Gusmão, padre jesuíta, regressou a Portugal, vindo da Bolívia, em 1708, trazendo consigo os planos de construção de um estranho objecto voador.

Produziu um relatório para o rei D. João V onde explicava as vantagens de um investimento do reino no seu projecto, vantagens essas que seriam, na ideia do jesuíta, a possibilidade de efectuar viagens longas pelo ar, encurtando o tempo que levavam a completar por terra, atravessar mares e montanhas “para lá das 200 léguas por dia”, dirigir exércitos, socorrer locais cercados, atingir os pólos do planeta, transportar mercadorias e, em resumo, conferir a Portugal a supremacia no ar, semelhante à que, noutros tempos, tivera sobre os oceanos.

[Read more…]

JHS

Não andaremos muito longe da verdade se dissermos que o Ministério da Educação é o mais importante de todos.A polémica artificial que rodeia as opções deste ministro resulta do elevado mérito dessas mesmas opções e de uma leitura correcta que faz das funções do Estado e das suas obrigações para com todos.

Isto não quer dizer que sejam dispensáveis os contributos de algumas estruturas e ordens da sociedade civil e eclesiástica, entre as quais está quem, ao longo de séculos, ofereceu inestimáveis contributos para a construção da própria civilização que hoje temos. Refiro-me particularmente à Companhia de Jesus, a única organização eclesiástica do mundo que tem dois Papas em exercício. O que é assinalável.

Remodelação do Governo (9)

Pires de Lima elogia Álvaro. Beato hipócrita!

“Pires de Lima, como ele há outros”, diz Violas

Manuel Violas, accionista da Unicer

Manuel Violas, accionista da Unicer

Manuel Violas, do grupo dos principais accionistas da Unicer, intercalou escassos elogios a Pires de Lima, com algumas considerações pouco favoráveis ao novo Ministro da Economia.

Em Pedras Salgadas, começou por revelar à imprensa “ainda não saber” da saída, o que não deixa de ser uma farpa cravada com força no Pires; certamente que Violas sabia, mas preteriu a frase “o que sei foi através da imprensa”, inegavelmente mais cordial.

O comportamento do Pires, de resto, evidencia falta de civismo, podendo ser emparelhada com o conceito da ‘irrevogabilidade’ de quem é amigo de Portas desde os tempos em que frequentaram o São João de Brito, bebendo a preceito e com efeitos duradouros a educação e da falta de ética jesuíta, hoje socialmente mitigada graças à frugalidade do Papa Francisco.

Olhe-se para o par Pires e Portas, faça-se a comparação com o Papa, e mesmo um agnóstico, que é o meu caso, conclui que enquanto a vaidade e a petulância estão plasmadas nos primeiros, a sobriedade é a marca do papa argentino.

[Read more…]

Património histórico vai a leilão


“Neste país” – é assim que hoje em dia, os portugueses chamam à sua pátria -, existe sempre uma verba qualquer para comprar porcarias de sucata a prazo como um Mercedes ou BMW, destinado a uma qualquer irrisória excelência. No entanto, adquirir belas obras que enriquecem o nosso património e garantem um hipotético renascer da nossa auto-estima, é coisa difícil. Na Sotheby’s de Nova Iorque, vai a leilão este belíssimo quadro que retrata um grande português do Oriente. A base de licitação está fixada entre os 80.000 – 100.000 Dólares (EUA). Não haverá por aí um mecenas capaz de oferecer a Portugal esta prenda de Ano Novo?