Nuno Crato, o demolidor

predioÉ célebre a frase atribuída a Goebbels: “Quando ouço falar de cultura, levo logo a mão à pistola”. Nuno Crato partilha, em grande parte, desta filosofia: sempre que pensa em Educação, dedica-se ao lançamento indiscriminado de cartuchos de dinamite. Talvez devido a um nefelibatismo alegadamente típico dos matemáticos, ao querer implodir o Ministério da Educação (MEC), limitou-se a rebentar com as escolas, naquilo que se poderá designar como explosão por simpatia, facto, afinal, pouco simpático.

Efectivamente, uma breve passagem pelas notícias sobre Educação permite-nos descobrir que o MEC tem uma estranha propensão para descobrir minhocas em todas as cavadelas. Esta ligação do Correio da Manhã dá acesso a três notícias esclarecedoras. [Read more…]

Metas de aprendizagem

Há documentos que falam pelos seus autores.

Este fala por Crato – senhores e senhoras, meninos e meninas, o regresso ao tempo da televisão a preto-e-branco numa matriz pedagógica completamente velha e vazia de conteúdo: as Metas de Aprendizagem!

Neste momento, as de matemática, as de português e as de  TIC. Depois aparecem duas, as de EV e de ET, que não estão assinadas. Será que ninguém as quer assinar? Será que …

Mas uma só pergunta: isto são Metas de Aprendizagem baseadas no currículo, certo?

Em que currículo, se ele ainda não existe?

E já agora, os programas? De EV e de ET?

E na minha área, matemática, o “novo programa” é para manter? Com metas que falam em objetivos?