Conversas vadias 12

Os vadiolas voltaram a reunir-se, como acontece todas as semanas. Fernando Moreira de Sá, António Fernando Nabais, Francisco Miguel Valada e José Mário Teixeira andaram a vadiar à volta dos problemas dos vírus nos computadores, das eleições autonómicas de Madrid, dos prémios de gestão do Novo Banco, do MeeToo, do local de nascimento de D. Afonso Henriques, do busto de Mandela em Oeiras, do obelisco que custou 600 mil euros e do dia mundial da língua portuguesa

A vadiagem terminou com sugestões de livros (Fernando Venâncio) e passeios (ir ver o obelisco, atravessar a Ponte 516 Arouca). Até para a semana.

Aventar Podcast
Aventar Podcast
Conversas vadias 12
/

Os prémios maravilha do turismo

Hoje, no i, Elidérico Viegas (Presidente da Associação dos Hotéis do Algarve) disse em voz alta o que muitos já sabiam mas apenas falavam em surdina:

Em relação a esses prémios, só nós é que os conhecemos, o resto do mundo não sabe. São eleições feitas por entidades privadas que se regem por princípios económicos, de rentabilidade económica e, como tal, pagamos e ficamos no lugar que queremos. Estes prémios que andamos a apregoar com frequência são prémios atribuídos por estruturas ou organizações privadas que têm como fim o lucro e que vendem lugares em função dos preços que se pagam. Jornal i, 26 de Março.

Em suma, a malta andou a festejar (sobretudo nas redes sociais e nos meios de comunicação social) que o Porto era o melhor destino da Europa, Lisboa o melhor destino do Mundo, Braga melhor destino 2020 e já nem sei quantos mais “melhores do mundo e arredores” fizeram capa de jornais, abertura ou fecho de telejornais e movimentos de #manada nas redes sociais quando, afinal, era tudo treta. Ou melhor, tudo pago. E pago por quem??? Ora adivinhem lá….É isso, foi você, fui eu. Os do costume. Maravilha.

Pinto da Costa e a carreira dos Professores

Acho que descobri hoje a solução para os problemas dos Docentes Lusos.

Dizem os números que os Administradores da SAD do FCP são os que mais ganham em Portugal. Só o Presidente da Administração Azul ganha mais que toda a administração do BENFICA.

Dirão que os resultados justificam tal diferença.

Estou de acordo com esta permissa.

E na escola é que seria bom ESTE reconhecimento do mérito.

Vejamos.

 

Eu, Professor, escolho os melhores alunos porque afinal de contas é isso que fazem os dirigentes – compram os melhores jogadores. Uns, com mais dinheiro compram melhor que outros com menos dinheiro – não sendo uma verdade matemática, não deixa de ser por isso verdadeira.

Tendo o melhor plantel, isto é, os melhores alunos, escolhidos a dedo, venha o treinador. Dito isto sou da opinião que por cada aluno que atinja A (equivalente ao 5 ou ao 20) num exame sou premiado com 75% do meu ordenado anual.

Estou mesmo convencido que esta será a solução para todos os problemas da educação.

Ah… sim. É verdade – os maus jogadores… ficam para o Paulo Bento!