A procuradora malcriadona…

… que até faz parecer o ex-líder da Juve Leo, Fernando Mendes, um tipo respeitável.
Não admira. É preciso não esquecer que os procuradores do Ministério Público são aqueles que tiveram a pior nota no exame do CEJ. Podiam ter chegado a juízes, mas nunca passaram de procuradores.
Embora, como é óbvio, a educação não se compre. Podes até chegar a presidente da República, não é por isso que serás mais educado do que o mais pobre que te elegeu.

Hoje há bandarilhas – Canadá

Num dia a Procuradora, em entrevista a um jornal, fez uma confissão: “eu sou de esquerda”. Dali a poucos dias, fazia o seu número na chamada “universidade de verão” do PSD, que é onde os jotinhas acumulam créditos para um dia pedirem equivalências às lusófonas, obtendo licenciaturas Pepe-Rápido, segundo o egrégio modelo Relvas.

Fico sem saber se a Procuradora pertence à esquerda de quem entra ou de quem sai.
Tomada de imparável verve, animada por uma jotinha que queria Sócrates preso por ter dinheiro para viver em  Paris, a Procuradora, naquele  seu  discurso errático, foi dando os amens ao ódio cego dos jotinhas. Tão cego que nunca repararam nos teres e haveres do Valentim  Loureiro, do Oliveira e Costa, do Isaltino,do Dias Loureiro, do genro daquele senhor que está a fazer de rei em Belém e outras ínclitas figuras da social democracia à portuguesa.
Lançada em órbita, a Procuradora proclamou:”Digo olhos nos olhos:o nosso país não é corrupto, os nossos políticos não são corruptos, os nossos dirigentes não são corruptos”. Dei comigo a pensar, já que a senhora vê sem óculos e parece esperta: Julieta dos Espíritos convertida ao Padre Américo. Não há rapazes maus. É o nacional porreirismo em todo o seu esplendor. [Read more…]