Um pontinho de luz

Há uma criatura na minha rua, não sei se um homem se uma mulher que, todas as noites, ou quase todas as noites, deixa uma vela acesa na varanda envidraçada. Não sei desde quando o faz…

E eu, todas as noites, ou quase, pergunto-me «por quê ou por quem o faz»?

Comments


  1. Há, sem dúvida, uma história, por trás desse gesto…

    P.S. Sem querer tirar simbologia ao gesto, a razão diz-nos que é perigoso deixar uma vela a arder, sem vigilância.

  2. patriotaeliberal says:

    Será para poupar electricidade?

    Infelizmente, nem tudo é poesia….

  3. maria celeste ramos says:

    Há sempre uma velinha acesa algures mesmo que não a vejamos – mas há


  4. Deve ser Sueca ou ter estado na Escandinávia. É uma mania nórdica ter um candeeiro à janela, um vaso ou acender uma velinha..


  5. obviamente que foi para chamar a sua atenção

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.