Estou a ler bem?

Jardim vai emprestar  259 milhões de euros a cinco sociedades falidas da região. O valor previsto do financiamento a concedido pelo Estado em 2012 é de mil milhões. Vá, agradeça o peso que lhe tiraram de cima… da carteira.

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    Estas sociedades “não dispõem de uma base empresarial sustentável, tendo servido, pelo menos nos últimos anos, como um instrumento empresarial de desorçamentação regional e para contornar os limites do endividamento impostos ao governo madeirense”, frisa a IGF, que propõe a extinção das sociedades deficitárias.

    no negócios online


  2. Também fiquei de boca aberta…

  3. maria celeste ramos says:

    E porque não dão a “independência à madeira ?? mas ~não lhe paguem as dívidas como ao BPN e BIcs e porque não extinguém TODAs as Fundações ??? e público privadas ?? e o cartão de crédito a TODOS os que o têm ?? e p+orque não prendem Victor Constâncio ??


  4. Defendo para a Madeira completa autonomia orçamental:
    -Cobrem (ou não) os impostos que quiserem na Madeira, desde que CONTRIBUAM para o Estado central com a parcela equivalente à região mais desfavorecida do Continente.
    -Gastem quanto quiserem como quiserem, mas não se lhes dá nem um cêntimo do dinheiro de cá.
    Após isto, o Jardinismo, que se nota estar em perda, caía pela base.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.