Censura no Jamor

À entrada do estádio do Jamor as faixas que os adeptos da Académica transportam foram visadas pela censura e não passaram.

Há idiotas que nem medem as consequências dos seus actos. Democracia? onde?

(informação e foto do jornal A Cabra no Facebook)

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Além de terem destruído o estádio e o local pois que este projecto foi feito pelo professor francisco caldeira cabral, meu professor e fundador do curso de arquitectura-paisagista em portigal, um dos primeiros cursos do mundo e tem todo o tipo de quipamentos e porcarias e urbanizações – a destruição de um dos mais belos estádios do mundo encaixados a meia encosta num vale – que não é grego mas parecia antes do assalto dos ignorantes que não sabem o que é beleza e não sabem acrescentar – so sabem mutilar


  2. É tudo em nome da decência desportiva, nada mais.

  3. oberon says:

    Um desafio: alguém que divulgue as faixas proibidas para se ver o que é que seriam as “mensagens políticas ofensivas” (http://www.acabra.net/artigos/estudantes-utilizaram-exposio-meditica-da-final-da-taa-para-reivindicar) censuradas…

  4. MAGRIÇO says:

    Já não há sombra de dúvida: Salazar deixou escola. E aí está ela, timidamente – por enquanto – a ressurgir. E vai piorar!

Trackbacks


  1. […] Diferenças e semelhanças. partilhar:Facebook Esta entrada foi publicada em a sociedade, com as tags académica, comboio, final da taça de portugal, por dariosilva. Ligação permanente. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.