Um ladrão não deixa de ser ladrão por declamar poesia

A frase, em si, é deliciosa.

Esqueçamos quem a usou e em que circunstâncias. Esqueçamos, aliás, as circunstâncias. Mais, esqueçamos mesmo as circunstâncias que deram origem às circunstâncias em que a frase foi usada. Como bónus, até podemos esquecer que a frase foi proferida com razão  e adequada às circunstâncias.

A frase, em si, é deliciosa.

Quase tão deliciosa como esta: um poeta não deixa de ser poeta por ser ladrão.

(Ou pior)

Comments


  1. De António Aleixo:

    Sei que pareço um ladrão…
    Mas há muitos que eu conheço
    Que, não parecendo o que são,
    São aquilo que eu pareço.


  2. Sim, uma frase muito bem conseguida que assenta como uma luva a muita gente neste mundo. E o poema de António Aleixo também muito bom!
    – Pedro Andrade

  3. lidia sousa says:

    MARAVILHOSO VAMOS VER QUEM ENFIA A CARAPUÇA LÁ TERÁ DE LEVAR A FERNANDA AO PAPA, COMO FOI A CAROLINA ANTES A FILOMENA, SÓ A PRIMEIRA POR SER UMA SENHORA DE BEM ESCAPOU, MAS TEVE DE PAGAR MUITAS DIVIDAS DAS FALENCIAS DOS ELECTODOMÉSTICOS ENTRE OUTRA TRALHA. ERA NA ÉPOCA MAIS DIFICIL COMPRAR UMA VARINHA MAGICA DO QUE COMPRAR UM ARBITRO E MULHERES NA ERA MODERNA. AINDA BEM QUE INVENTARAM OS COMPRI,MIDOS AZUIS MAS ELE NÁO PRECISA PORQUE TEM UMA LINGIA COMPRIDA. SÓ UM DIA DESTES MORDERÁ A LINGUA E MORRE ENVENENADO

  4. Konigvs says:

    Por acaso a frase que mais gostei foi “Um ladrão não deixa de ser ladrão por visitar o Papa”.
    Desde a célebre frase de Manuel Machado “Um vintém é um vintém… e um cretino é um cretino” que não ouvia algo tão profundo no mundo do futebol português!!


  5. não comments


  6. no comments


  7. Tenho outra frase, inspirada num dos ultimos livros que li de Oscar Wilde.

    “Um fantasma não deixa de ser fantasma por gostar de poesia”

    http://silenciosquefalam.blogspot.pt/2012/05/o-fantasma-de-canterville-de-oscar.html

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.