Ainda há heróis

Parabéns Rui Costa.

Comments

  1. luis says:

    Assisti em directo e vi a extraordinária prova que o actual campeão do mundo fez.
    Sempre entre os da frente, perseguiu quem tinha de perseguir, ficou quando tinha de ficar, aguentou por centímetros a roda dos adversarios na tremenda subida final a 5 km da meta e depois atacou a 2 kilómetros sem apelo nem agravo deixando os dois campioníssimos “parados”.
    Perseguiu e alcançou o fugitivo, resistiu ao jogo psicológico do adversário e bateu-o no sprint.
    Isto tudo sem ter uma equipa a protegê-lo e a dar o peito ao vento.
    Não sei o que mais admirar no Rui Costa – se a sua inteligência em corrida, (quando ataca raramente perde), se a sua humildade ou a sua gratidão!
    Como português e amante deste desporto para super atletas sinto-me também um pouco campeão graças a este ciclista da Póvoa.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.