Os pensamentos da D. Esteves

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=cvaLGdIxyLI]

Bandex – O Inconseguimento

Comments


  1. Enfim. É possível chegar a ser a figura número 2 de um Estado dito democrático, de uma Nação, toda, sem nunca ter sido sujeita a uma votação directa, perante o “seu” eleitorado, nacional, com a sua própria cara!.
    Alguem já viu a cara da Senhora num boletim de voto nacional?.
    Ou seja, de nomeação em nomeação, eleita pelos seus amigos e confrades, ei-la, anafada e bem reformada(!), a berrar “para a rua, já, fora daqui” a quem diz representar(?).

  2. Ferdinand says:

    É mais “Os puns da D. Esteves”.

    Agora compreendo porque se reformou tão cedo, é mais uma vítima de atrofia intelectual.
    Totalmente justificado o valor que recebe de reforma…

  3. Joseph Coast says:

    O vídeo está excelente. Só não concordo com o título. A palavra “pensamentos” é excessiva. 😉


  4. uma verdadeira gordura do estado em todo o seu esplendor


  5. Inconseguimento tem a ver com disfunção erectil ?


  6. A ideia não é defender a Esteves mas no país que tem 20x mais falantes de portugues (só que catedraticos só os daqui claro) a palavra inconseguimento é de uso corrente.

  7. Von Braun 2 says:

    ” A ideia não é defender a Esteves mas no país que tem 20x mais falantes de português (só que catedráticos só os daqui claro) a palavra inconseguimento é de uso corrente. ”

    … LOL …

    Aliás, nesse Paiz de que fala, uma mulher diz “Obrigado”. ( E jura a pés juntos que aqui é assim! )
    Porque até se percebe quem usa as calças em casa.

    O facto de não sêr capaz de formalizar ideias com as palavras existentes, não lhe dá o direito de inventar uma, para disfarçar a sua própria ignorância e dizêr que é “Português”. Sabe em Portugal as palavras tem uma origem e significado, uma forma correcta de se fazerem “entender” . Se a questão são os números, o melhor é mudar o seu “dialecto” para Cantonês! 🙂
    Ou então efectuar um acordo Ortográfico com os Anglo-Saxões e assim já pega AIDS como gosta… 🙂

    Que coisa mais ignóbil de se apoiar, no paiz de 20X mais falantes! (lol)
    Num Continente “far, far away”… 🙂

    Não sou contra os “brasileiros” se quiser chamar os bois pelos nomes… Mas não me venhas dizêr que as vossas invenções “dialécticas”, meio tretas, meio Anglo-Saxonicas fazem sentido pá! Ganha vergonha nessa cara!

Trackbacks


  1. […] Soltem a democracia, mas prendam a Assunção Esteves… […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.