O engenheiro do tenta…

-Nos últimos 30 anos, o F.C.Porto conquistou a hegemonia do futebol português. Não ganhou obviamente todos os campeonatos, “apenas” a maioria dos que foram disputados, sem perder dois campeonatos seguidos desde a época 1983-84, quando o S.L.Benfica de Sven Goran Ericksson conquistou o bi-campeonato. Esta tem sido a regra, mas lá diz o ditado, não há regra sem excepção. Aproximava-se do fim o Verão de 1998 quando Pinto da Costa contratou para os dragões aquele que ficaria conhecido como engº do penta, Fernando Santos, que acaba de ser confirmado pela FPF como seleccionador nacional. Depois do penta, veio o tenta, que tem pautado a carreira do treinador. Nada tenho contra a pessoa, que considero educada, correcta, aprecio a sua forma de estar na vida. Mas perto das 4 linhas espero outra sagacidade e capacidade. Visto por outro prisma, Fernando Santos conseguiu perder 2 campeonatos consecutivos ao comando dos azuis e brancos, um para o Sporting e outro histórico para o Boavista. Como tem boa imprensa conseguiu ser contratado para o Sporting na sucessão a Boloni que havia sido campeão. Falhou. Haveria de suceder a Koeman no S.L.Benfica. Voltaria a falhar. Mesmo na Grécia onde ouvimos regularmente dizer que é idolatrado pelos adeptos o palmarés regista apenas a conquista da Taça da Grécia em 2002. É pouco para as ambições do futebol português. No entanto não vejo qualquer voz crítica na imprensa apontar fragilidades à escolha da FPF, apesar dos 8 de jogos de suspensão impostos pela FIFA indiciarem que a escolha talvez não tenha sido a mais correcta. Oxalá me engane, mas cá estaremos para avaliar os resultados…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.