Mínimo, mesmo

É sempre a tal história: vem um e do seu optimismo retira que o copo está meio cheio; outro dirá, a partir do seu pessimismo, que o copo está meio vazio. Raramente se dá a merecida consideração ao que, usando a sua razão, diz que o problema é o copo ter o tamanho desadequado. É o que se está a passar com o salário mínimo. Uns dizem que um pequeno aumento é uma festa e um grande favor do patronato (raramente o reclamam com vitória). Outros reafirmam que isto é demais e as empresas não aguentam. E ambos atacam agressivamente os que, quanto a mim com razão e bons argumentos, defendem que o aumento é desadequado, por ser insuficiente.

Comments


  1. Este salário mínimo praticado aqui na Bulgária Ocidental, província da Albânia Lusitana, é bem o espelho da nossa economia e dos seus empresários da treta.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.