Diz que Salazar morreu pobrezinho

(publicada no diário As Beiras, 23/04/2015)

Internado após a queda da cadeira em 1968, foi reservada a Salazar uma ala inteira do sexto piso da Casa de Saúde da Cruz Vermelha de Benfica, isto em tempos em que apenas um terço dos portugueses tinha alguma vez entrado num hospital.
No entanto, quando morreu a sua conta bancária estava próxima do zero, daí a lenda do Salazar que morreu pobrezinho, logo honesto. Mas a realidade é que a culpa de a conta bancária ter chegado às lonas é do próprio Salazar. Apesar de ter acautelado a sua reforma numa quinta do Vimieiro e de possuir uma conta bancária típica de um alto representante do regime, Salazar teve o azar de cair nas malhas da protecção social do Estado Novo. Depois de internado e incapacitado para governar, Salazar foi exonerado e substituído por Marcelo Caetano. Tecnicamente desempregado e com tratamentos dispendiosos para pagar, a conta bancária de Salazar ia esvaziando à medida que passavam os meses, a tal ponto que o presidente Américo Tomás aprovou legislação para que se pudesse pagar as contas dos tratamentos médicos do ex-Presidente do Conselho.
O que este episódio revela é que Salazar foi incapaz de montar um sistema de saúde e protecção social digno, sendo incompetente a tal ponto que foi vítima das próprias injustiças que criou, com a agravante de ter vivido os seus últimos anos à custa de milhões contribuintes pobres sem acesso a hospitais. Salazar não morreu pobre, Salazar morreu a 27 de julho de 1970 como um privilegiado do regime com governanta, chauffeur, residência e viatura de estado.

Comments


  1. Reblogged this on O Retiro do Sossego.

  2. Rui Silva says:

    Morreu como um Rei, irónico …
    cps
    Rui Silva

  3. joao lopes says:

    salazar morreu vitima da sua propria estupidez,sendo que neste caso a incompetencia,mentira e mesquinhez são a herança que este homem deixou e inspirou em muitos politicos actuais.este post.acerta em cheio devido à vontade de reabilitação da personagem por alguns quadrantes da sociedade.ex:”cofres cheios”…

  4. zé bento machado says:

    Xôr rui curado silva, já leu bem o texto que aqui nos apresenta???

    Já reparou na incongruência do seu conteúdo??? Ou é incapaz de fazer o julgamento dos seus próprios raciocínios???

    Não é só porque morreu pobre (diferente de pobrezinho) que se deduz que é honesto, como lhe explicarei adiante, mas a verdade é que morreu pobre sim se atendermos a uma vida inteira de estadista da qual, se quisesse beneficiar de um ordenado compatível e atendendo à vida austera que levou poderia ter amealhado uma boa fortuna.

    Raciocina o xôr que um ditador é exonerado pelo seu “delfim” e fica na condição de DESEMPREGADO, que, além disso, o hospital do estado novo (ditadura por ele instaurada) lhe iria cobrar altas contas (vá vendo onde o conduz o seu raciocínio sinistro (de esquerda) altamente faccioso) a ponto de lhe esvaziar a conta bancária.

    Ficando a viver, SÓ NESSA ALTURA, à custa de MILHÕES de contribuintes!!!

    Pode dizer-me quem eram esses contribuintes, quais eram esses impostos e quais os seus montantes, e quanto descontavam para a segurança social???

    Informe-se quantos, quais eram os impostos e quais os seus montantes no tempo de SALAZAR, que foram suficientes para custear uma guerra em três frentes, depois de ter pegado em Portugal no estado de bancarrota em que se encontra hoje (curiosamente ao lado da Grécia) e o ter transformado num país sem dívidas e com uma moeda respeitável e aceite em todo o mundo.

    Quanto à sua honestidade não ser só o ter morrido pobre é que a sua família ficou em igual situação, quando se deu a revolução de 1974, as ameaças da publicação do “LIVRO NEGRO DE SALAZAR” surgiram de todo o lado, os sinistros (esquerdinos) vasculharam sem qualquer obstáculo tudo quanto dizia respeito àquele estadista, acha que se houvesse o mais pequeno rabo de palha que denunciasse algum pecado que manchasse a honra de SALAZAR ele não teria sido agitado à saciedade como uma bandeira???

    Posso saber a sua idade???

    É que procurei no Google referências a seu respeito e só fiquei a conhecer os seus bloques (com os quais simpatizava) as suas participações nos dos outros e que é de esquerda, de resto, da sua biografia nada mais fiquei a saber.

    Pergunto a sua idade porque este texto tem todas as características dos sabichões que sabem tudo mas de ouvido… se estou enganado e o xôr viveu naquela época, então o caso é mais grave, o xôr precisa mesmo de um GRANDE tratamento de desintoxicação.

    “Salazar não morreu pobre, Salazar morreu a 27 de julho de 1970 como um privilegiado do regime com governanta, chauffeur, residência e viatura de estado.” (palavras suas)

    QUE ME DIRÁ O xôr dos actuais governantes e por exemplo (este é só um exemplo de muuuitos democratas actuais) de mário soares quando chegar a hora dele???

    Faça-me um favor, leia com atenção e sem facciosismos o que escreveu e faça o seu sincero julgamento a respeito…

    RESPEITE A SUA INTELIGÊNCIA que através de leituras de artigos seus anteriores, acho ser respeitável.

    Amadeu José Bento Machado

    • Nightwish says:

      “o ter transformado num país sem dívidas e com uma moeda respeitável e aceite em todo o mundo.”

      E isso alimentou quantos portugueses? Deu para água potável e electricidade em quantas casas? Permitiu evitar a morte a quantos recém-nascidos e crianças? Criou quantos empregos, cultura e ciência?
      Quantas pessoas tiveram que ser mortas e torturadas para manter esse paraíso na terra?
      Vá branquear sanguinários para outro lado para defender as suas teorias económicas de treta: um país ou uma empresa sem dívidas é um desperdício de oportunidades.

      • Indignado says:

        Se em vez de criticar, se ~tivesse instruído, saberia que quem construiu, sem esmolas, barragens hidro e termoeléctricas, a partir das quais forneceu electricidade a milhões de portugueses, foi o Estadista. Com a sua construção, deu emprego a milhares de portugueses, que deixaram de morrer à fome, como aconteceu na 1.ª república. É certo que não chegou a todos os portugueses, pois as pequenas aldeias perdidas na serrania ou quem vivia em quintas, obviamente que não teve electricidade. mas veja que mesmo nos países desenvolvidos, nem todos tinham electricidade e o estado novo, partiu quase do zero. Ainda hoje, a maioria das barragens são do tempo do Estadista, assim como os maiores hospitais, etc……………….
        Ele, deixou uma obra, as minhocas que nos têm governado nestes 41 anos, só sabem fomentar a inveja porque o pouco que fizeram, foi devido às esmolas europeias, que não impediram as desastrosas consequências de governações de corruptos…, gostam? Eu não!
        Grato.

        • Nightwish says:

          Bem, entre milhares que deixaram de morrer à fome e dezenas de milhares a morreram em guerras estúpidas sei qual preferia. Isto se aceitasse a sua premissa.

          • zé bento machado says:

            O xôr Nightwish só aceita as suas premissas porque é o dono da verdade.
            É possuidor de uma CÓLTURA e de uma INTELIJUMÊNCIA a toda a prova, não haverá evidência que o demova, postura própria dos SINISTROS!!!
            É inclusive de uma frontalidade e coragem tal que nem dá a cara e esconde-se atrás de um pseudónimo estrangeiro, sintoma de gente culta portuguesa.
            A guerra foi estúpida para os apátridas sinistros e mais ainda para os vivos que não souberam merecer os mortos e venderam o seu sangue ao desbarato (como penso que o xôr faria sem qualquer pudor) aos estrangeiros que deram mais!!!

          • Nightwish says:

            Zé Bento, vá para uma ditadura conducente com as suas crenças.


          • Essa de tratar um filho da puta por estadista tem a sua graça. E louvam o canalha como se tivesse sido gente. Enfim, os pides e legionários, com a reforma dada pelo cavaco ainda não estrebucharam todos.

      • zé bento machado says:

        Alimentou mais portugueses que os que o actual governo alimenta, pelo menos havia emprego e comida ía havendo na mesa dos portugueses nem que fosse uma sopinha ou o “fiel amigo”.
        A mesma água potável e electricidade que havia nos outros países europeus naquela época, deixe o facciosismo de comparar Portugal dos anos 40 com Portugal ou os países ocidentais da actualidade, estou farto de demagogias.
        O mesmo se passou com a morte dos recém nascidos.
        Quanto a empregos, caro xôr nunca Portugal teve tanto desemprego nem emigração ao nível actual, pelo contrário os bons operários eram disputados pelos patrões.
        As escolas técnicas que foram encerradas pelos sinistros, por fascistas e “fascizantes” criaram o vazio de operários especializados que agora originaram o reaparecimento das mesmas com outros títulos, isto a propósito de cultura, assim como a cobertura com escolas de todo o território nacional que agora subejam!!!
        Um aluno com a instrução primária daquele tempo (4ª classe) estava mais instruída e possuía mais cultura geral que uma que possua hoje o 12º ano, as entrevistas a que assistimos na TV e conversas que temos provam-no à saciedade.
        Estatisticas de cultura, caro xôr, para mim são conversa para boi dormir.
        Pessoas mortas e torturadas, ainda bem que pergunta, pois eu vou devolver-lhe a questão…
        O partido comunista, tão organizado (já desde essa altura), tão cheio de dados e números, porque não apresenta um relatório com nomes, locais, pormenores, de TODAS essas mortes e sessões de tortura efectuadas no decorrer desses 40 anos de ditadura???
        Não serão nºs em quantidade suficiente para lhes agradar e demonstrar a brutalidade desses monstros fascitas???
        Serão anjinhos inocentes quando comparados com os “pais” do povo comunistas em qualquer país que tenham governado ou governam ainda???
        Eu vou branquear “sanguinários” para outro lado e o xôr vá TOCAR TANGOS PARA A SUA RUA!!!
        ESTOU FARTO DE MALANDROS!!!
        NÃO ACEITO CRITICAS DE QUEM SAIBA MAIS, SIM DE QUEM PRATIQUE MELHOR!!!

      • zé bento machado says:

        Nightwish says:

        “o ter transformado num país sem dívidas e com uma moeda respeitável e aceite em todo o mundo.”

        De todo o meu primeiro arrazoado só esta frase lhe mereceu reparo???

        Fico deveras lisongeado 😉

        • Nightwish says:

          Olhe, quer uma resposta? Espero que seja daqueles a quem o governo tenha trazido o inferno, porque deseja pior ainda a todos os outros. Pode ser que assim aprenda alguma coisa, mas não me parece que tenha noção de alguma coisa.


  5. Comparado com os Salazar estes crapulas (salgados,socrates e pandilha, oliveira e costa..) são os autenticos meninos de coro.
    E se nos lembrarmos dos deputados e reguladores que tèm dado a benção ao desbaratar dos milhoes ainda ficamos mais agradecido do botas ter morrido pobre.


  6. Mais que pobre ou rico, convém não esquecer que Salazar terá provavelmente acreditado até à última réstea de lucidez que governava. O regime sujeitou o Presidente da República e alguns ministros a uma fantochada que diz bem do estado do próprio regime…
    http://expresso.sapo.pt/salazar-acreditava-que-ainda-era-chefe-do-governo=f596229


  7. Não importa como morreu. Nasceu pobre e viveu uma vida humilde e honesta, a serviço da Pátria. Em vez de escreverem sobre o Doutor Salazar, devem pelo menos tentar seguir o seu exemplo, visto que não é tarefa fácil como estar a escrever merda na aventar.eu

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.