Nova política de comentários


Desde 2009, o Aventar tem sido um espaço de ampla liberdade. Ao fim de quase 7 anos, temos 120 mil comentários publicados por milhares de leitores, ocasionais ou «permanentes» – os da casa. Ao contrário de outros blogues, os comentários no Aventar não são moderados, ou seja, são publicados imediatamente.
O problema começa quando algumas pessoas não conseguem entender que um espaço de liberdade pressupõe sempre a equivalente dose de responsabilidade naquilo que se publica. Não é por termos liberdade de publicar que vamos desatar a insultar tudo e todos ou alguém em particular. Não é uma situação nova, sempre aconteceu, mas nos últimos tempos tem sido demais.
Para grandes males, grandes remédios. A partir de agora, os comentários continuarão a não ser moderados, mas os utilizadores têm de estar registados e ter sessão iniciada para poderem publicar comentários. Ou seja, quem comenta terá que usar a sua conta wordpress, twitter, facebook ou google para o fazer. O seu primeiro comentário terá que ser aprovado pelo Aventar, mas os seguintes serão publicados automaticamente.
É caso para dizer que por uns pagam todos. Há a esmagadora maioria que comenta normalmente, mas depois há os trolls. Meia dúzia de artistas que inventam um nome tipo «És um porco» e um mail do género «wehgherucnrfhdrcjdrm@gmail.com» e que, a partir daí, proferem os insultos mais soezes sob a capa do anonimato – ah, como é fácil, seus artistas, insultar atrás do teclado. Na vez seguinte, inventarão outro nome e outro mail e por aí fora.
Não vão desaparecer – a obsessão da trollice vai levá-los a criar mails em barda apenas para poderem continuar a actividade – mas vão ter a vida mais difícil. E todos nós, da comunidade Aventar, vamos sentir o ar menos poluído.
Esperamos a vossa compreensão.

Comments

  1. Escatota Biribó says:

    Olá,

    Os meus coments não passam de 3 ou 4 em 120 mil.

    E sempre me fez alguma ou muita confusão, o registo para comentar, ou ter que ter uma conta qualquer, para opinar, mas testemunhando a liberdade que aqui o aventar dá, reconheço que uso de alguns dos utilizadores não tem a responsabilidade suficiente para acompanhar essa liberdade, simplesmente não têm. Não sei como correu o processo de decisão para esta restrição, mas acredito que tenha surgido depois de grandes incómodos causados.
    Pelo compromisso, aceito o V. pedido de compreensão, só ainda não descobri como me registar.

  2. completamente de acordo !

  3. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Boas tardes.
    Já tentei comunicar com a Administração Aventar para alertar para um outro caso, também grave, que é o da censura de comentários.
    Assino por baixo o que o Aventar escreve e pouco me importa que se proceda a partir de agora ao exercício de uma identificação, porque, nunca me escondi atrás do anonimato para dar as minhas opiniões, pelo facto de toda a minha vida ser ditada pela responsabilidade e sentido democrático.

    A censura é algo que me parece reprovável e típico de uma actuação fascista ou fascizante, mas existe nestas páginas e por isso, aproveito a ocasião para a denunciar.
    Refiro-me concretamente ao Senhor Paulo Vieira da Silva que aqui coloca questões em debate e, aproveitando-se do facto dos comentários serem adversos aos pontos que defende, pura e simplesmente os elimina e bloqueia a entrada do comentador, alegando falta de educação deste.
    Já o desafiei, num outro post, a colocar os meus comentários e a explicar-me onde está a má educação, mas nem responde e continua a censurar.
    Esse senhor que diz ter valores democráticos nos quais não creio nem um bocadinho, não tem o direito de me entrar pela casa dentro (falo do meu mail) para executar desmandos censórios e continuar a poluir-me com todo o género de posts que vêm revelando uma hipocrisia sem limites (que provo).
    Sou eu que o quero ver fora do meu computador, pois o meu conceito de democracia não vai com censores que executam actos de perfeita cobardia e ainda por cima, mentem.

    Por isso mesmo, queria solicitar o favor de não mais receber no meu mail notícias desse senhor que, a meus olhos, não passa de um censor sem qualquer credibilidade.
    Agradeceria pois que me informassem como o posso fazer.
    O Aventar, naturalmente, fará o que entender com os censores das suas páginas.

    Cumprimentos.

  4. Rui Silva says:

    Ou seja o Aventar não é Charlie.
    cumps
    Rui Silva

  5. ZE LOPES says:

    Desculpem lá, mas eu não vou fazer fazer nenhum registo desse tipo. Sempre fui correto, penso eu. E o meu mail existe, e é meu.Tchau.

  6. ZE LOPES says:

    Ou seja: até concordo com a edição do comentários. Mais registos em “plataformas” que não uso, nem quero usar, por favor, não. Por isso, quando tal me for exigido, deixo de comentar. A casa é vossa!

  7. só estão a excluir pessoas que não tem e não querem ter conta no wordpress, twitter, facebook ou google… ainda vai chegar o dia em que para ligar o computador vai ser obrigatório ter uma conta numa dessas tretas.

  8. Maria Vieira says:

    Concordo em absoluto.

  9. Carvalho says:

    É verdade que alguns comentadores têm sido particularmente “duros”.
    Mas registo que só observei isso acontecer nos posts do Paulo Vieira da Silva. Porque será?
    Será que o próprio PVS provoca isso? Já pensaram nisso?
    O que ele escreve destoa deste blogue e provoca reacções de repúdio violento.Talvez a culpa não seja só dos comentadores.

    Quanto ao registo obrigatório, não vou fazê-lo. A casa é vossa, as regras são vossas. Mas a liberdade de aqui não voltar é minha. E da minha liberdade ninguém é dono. Foi um prazer.

    • Ricardo Santos Pinto says:

      Hoje é o PVS, ontem foi outro qualquer. Sinceramente, neste momento não vimos outra solução.
      De resto, tem todo o direito de não concordar e de não voltar a comentar. Embora esteja a fazê-lo com uma conta xxxx, ou seja, já se registou mesmo sem querer e sem que nós tenhamos feito alguma coisa.

      • Ó Ricardo, e como é que vão fazer com os autores que, de forma ofensiva e radical, ofendem e humilham publicamente os outros autores? Ser plural democraticamente exige que, ainda mais no seio de um blogue, entre autores se manifestem diferenças e desacordos sem ofender quem pensa diferente. Um abraço

  10. O “outro” até não se saiu nada mal.

  11. Ausente52 says:

    A “censura” é um excelente calmante para quem não sabe – ou não quer – usar a liberdade.
    Já por mais de uma vez fui aqui baptizado de “fascista”, só porque uso o direito de me exprimir em liberdade.
    Sou alérgico a “coros”. Adoro actuar a uma só voz. Afinada ou desafinada é a minha voz.
    Parabens ao aventar por despoluir este espaço.

  12. Konigvs says:

    Eu felizmente tenho-me por ser uma pessoa que sabe colocar-se no lugar dos outros, e nem de propósito, por estes dias, uma colega de trabalho, que está num partido político, e que ao que parece tem uma página na rede social exclusiva para esse fim, dizia-me que há um artista que para lá vai unicamente para colocar comentários despropositados. E eu perguntei-lhe então, porque não bloqueava o gaijo, ao que ela me respondeu, que isso vai contra os seus princípios, que isso seria fazer censura, algo que ela sempre foi contra pois é pela liberdade de opinião.
    E eu lá lhe dei a minha visão, que a página dela não é um espaço público, e apesar de, e muito bem, ela deixar aquilo aberto à divergência e às diferentes opiniões, quem quer respeito, também se deve fazer respeitar.

    E eu depois de ler aqui alguns comentários dos outros ilustres comentadores como eu, parece-me que o Aventar está a ir por um caminho errado. Eu sou particularmente sensível ao argumento: “até concordo com a edição dos comentários. Mais registos em “plataformas” que não uso, nem quero usar, por favor, não.”

    Se há comentários abusivos porque não os apagam simplesmente depois de se darem conta deles? Não ficaria com esse gesto tão simples o problema resolvido? Eu estou em crer que até a moderação dos comentários seria uma via melhor que esta vossa ideia de obrigar as pessoas a fazer (mais) um registo. Sinceramente acho que, como muitas vezes acontece na sociedade, para se tentar resolver um problema, cria-se outro maior. E se muita gente deixar de comentar aqui, ou pior, se aborrecer-se e deixar de cá vir, sair-vos-à uma emenda muito pior que o soneto.

    • Ana Moreno says:

      Caro Konigvs,
      aprecio muito o seu comentário não só por ser construtivo, mas porque sou uma dessas pessoas que não uso nem quero usar as ditas. É boicote mesmo. Tenho uma política pessoal muito restritiva e por isso peso a peso de ouro cada entrada – é preciso que me seja mesmo muito importante o benefício, o que não é o caso de faces e companhia; dito isto, a decisão que tomámos aqui não foi nem fácil nem satisfatória; foi a possível, atentando a prós e contras para evitar o que é nefasto para todos, mas que certas pessoas acham que têm de impor à força. A proposta que faz infelizmente não é prática, porque nem sempre há tempo para apagar atempadamente e, entretanto, ficam lá parados.
      Lamento especialmente que tenhamos de optar por esta via, mas de momento parece não haver melhor. É incrível como provavelmente uma só pessoa acha que tem o direito de incomodar todos os outros para armar em zorro cobarde.

  13. Completamente de acordo!

  14. ZE LOPES says:

    Ora bem, o jogo é este:
    1º comentário: beijinhos para ti!
    2º comentário; ó filha da…

  15. Pim!

  16. Nightwish says:

    Já vi e não gosto dos comentários insultuosos. Não sei é porque é que censuram os outros ao ponto de censurarem posts só para estes desaparecerem.

  17. Eu aposto que o Aventar vai saber filtrar com moderação; a tradição de não apagar comentários é uma das grandes conquistas do aventar e que sempre elogiei; façam lá triagem mas por favor não reeditem a porra do lapis azul, a boleia do controle.
    o grande perigo que corremos hoje é de pulhas tipo holandinho usarem o “controle” para desvirtuarem o que cada um deve/tem que assumir : o direito/dever de ser ele a decidir o que está ou não bem escrito.

Trackbacks

  1. […] Há uma semana decidimos que quem comenta no Aventar teria que estar registado e ter sessão iniciada. Optámos por um processo em duas etapas, sendo a primeira delas activar a opção de ter o primeiro comentário autorizado no WordPress e a segunda etapa a obrigatoriedade de ter sessão iniciada num dos serviços WordPress, Facebook, Twitter ou Google+. Era claro que, para controlar o SPAM, seria preciso activar esta segunda opção e este é o momento de o fazer. […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s