O analfabeto funcional

As câmaras apanharam as notas que Trump recebeu para a audiência que este concedeu aos familiares das vítimas do último massacre numa escola dos EUA.

Entre as notas banais, que não precisam de estar numa cábula para quem tenha dois dedos de testa, destaca-se a n.º 5, “Estou a ouvi-lo”. Os assessores dele optaram, claramente, pelo princípio KISS, não fosse o stupid enterrar-se como habitualmente.

Comments

  1. ZE LOPES says:

    Outras sugestões de perguntas:

    “Sentir-se-iam melhor se eu publicasse uma lei a permitir o uso de armas, mas com balas mais finihas?”

    “O que me dizem se os carregadores em vez de 52 balas levassem apenas 48?”

    “E se limitássemos a 17 o número máximo de armas por indivíduo?”

    “Eo que me dizem a colocarmos uns alunos de cartão em tamanho natural nos páteos, para ver se distraímos os cidadãos atiradores?”

    “E se armarmos os empregados da limpeza com shtguns disfarçadas nas vassouras?”

  2. Fernando Antunes says:

    O mais bizarro de tudo isto é que o nome oficial desta audiência Presidente era “listening session (on gun violence)”.

    Portanto… uma cábula a dizer “I hear you” numa LISTENING session. O staff precisa lembrar esta figurinha das coisas mais estupidamente óbvias.

    Eu acho isto absolutamente deprimente.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.