A escravatura e o Dr. Chef Avillez

Obrigado, Dr. Jovem, por continuar a iluminar o nosso caminho, obscurecido pelos esquerdalhos totalitários.

Comments

  1. esteve,ayres says:

    Carissimos, desejo a todos vós familiares e amigos Boas Entradas.
    Nem fascismo Nem social-fascismo!.
    Até Sempre!

  2. mdlsds says:

    Não conheço nem a história do autor da publicação nem a história do Chef Avillez mas conheço bem a realidade da exploração levada a cabo com os estagiários de hotelaria, incluindo a cozinha. Os estágios são obrigatórios e o turismo tira o máximo proveito, tendo todos os Verões garantidos com trabalho, e bom, a custo zero, conseguindo evitar a contratação séria e bem paga a quem precisa, de facto, entrar no mercado de trabalho. E sim, as horas extraordinárias, sem compensação, são uma realidade. Miúdos que fazem recepção até de madrugada estão muitas vezes ao começar do dia porque é preciso, porque os check-in não podem parar, muito menos a faturação. Ter um estagiário a fazer horas extra a custo zero, durante um Verão inteiro é um poupar de custos considerável. Se sentimos orgulho na nossa fama de saber receber, não o devíamos fazer explorando quem estudou e tem as competências certas, mas sim abrindo as portas, de forma honesta, àquilo que é o futuro com que aqueles miúdos sonharam. Mas entretanto o Verão passa, a necessidades são menores e para o ano há mais uma fornada de estagiários a sair e o ciclo repete-se: as cadeias de hotéis e restaurantes engordam o negócio sem gastar um tostão em recursos humanos. Não deixa de ser hilariante que em Portugal
    o país do turismo, miúdos com licenciaturas nessa área sintam vontade de emigrar.

  3. Maquiavel says:

    Tanta maldade!
    Estou seguro que o Chef Avillez até estaria disposto apagar as horas extra desses estagiários a 150%, ou até 250% do valor pago pelas outras!
    O Chef Avillez é muito generoso, os malandros são esses sindicatos que impedem as pessoas de trabalhar, biltres abutres!

    • Rui Naldinho says:

      Na realidade, Maquiavel, 150% de nada, continua a ser nada! Logo, só posso intuir que o Avilez é mesmo “generoso”.

  4. Gajo que já saiu com fome da tasca dele says:

    Ainda se se comesse alguma coisa de jeito nos rests do gajo…..

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.