Ide ler sobre as maravilhas do artigo 13.

Direitos de autor no YouTube arruínam vídeos de educação musical. É só fumaça, diziam.

Comments

  1. Fernando Manuel Rodrigues says:

    O problema, mas do que no artigo 13, reside nas actuais leis sobre o “copyright”.

    São essas que precisam de ser revistas, na minha opinião. A noção de “copyright” actualmente, é leonina para os detentores de direitos, lesiva para a criatividade, e permite enormes injustiças (normalmente a favor dos que mais têm).

    Até a noção do “fair use” é altamente difusa a controversa,, permitindo os abusos expostos no artigo cujo atalho foi publicado.

    Quem não souber nada sobre o assunto, investiggue, por exemplo, o que se passou com o grupo “The Verve” e a cançaão “Bitter Sweet Symphony”, cujos direitos e autoria acabaram por ser atribuídos a Jagger-Richards (sim, esses mesmos), por uma mera “technicality”.

  2. Paulo Marques says:

    É óbvio, com argumentos que têm duas décadas de existência sobre o assunto.
    Para quê? Para aumentar as importações ou para andar tudo vulnerável a usar túneis VPN da Rússia? Só à estalada.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.