Pedro Passos Coelho, o Dr. Frankenstein de André Ventura

Quando se questionarem sobre quem foi o Dr. Frankenstein de André Ventura, façam um pequeno exercício mental e recuem até à campanha para as Autárquicas de 2017.

Vão ver os elogios que Passos Coelho e respectivos generais lhe fizeram. Os mesmos generais que agora se posicionam para depor Rui Rio e tomar o PSD de assalto.

Vão ler o contorcionismo daqueles que agora o renegam, quando há dois anos o defendiam com unhas e dentes e lhe elogiavam a coragem de ser xenófobo.

Apreciem a rapidez com que o CDS, que sempre albergou fascistas no seu seio, se afastou imediatamente do candidato.

E não se esqueçam de ver o discurso de Ventura, o anti-sistema, que jurava fidelidade, amor e entrega absoluta ao PSD, um dos dois partidos que dominam o sistema.

E sim, o fascismo já lá estava quando Passos e o passismo lhe proporcionaram o palco que abriu caminho para a chegada de André Ventura ao Parlamento. Não vale a pena tentar disfarçar.

Comments


  1. bom post, muitas vezes é preciso relembrar os portugueses cuja memória me deixa assustado de que como é possível ter tão pouca memória….

  2. JgMenos says:

    Adoptar o corretês esquerdalho é boa razão para que o CDS esteja em vias de extenção.

    Toda a merda que tenha cor , raça, etnia, ou chegado a nado, tem que ser louvada pela esquerdalhada idiota!

    • José Peralta says:

      Ó “menos”

      As “legislativas” accionaram ainda mais a tua raiv(inha) proto-fascista !

      E o MELHOR, é que ela não passa com alka seltzer…

      Porque não experimentas um clister ? Pode ser que melhores !

      Aguenta, ajoelha e… reza !


    • O jgMenos e compinchas demonstram-me que o resultado Chega não foi um acaso, apenas é a ponta da Iceberg, e o que está por baixo não é bonito e tresanda a mofo e azia.

    • Paulo Marques says:

      O Menos tem boa solução, deixe de descriminar quem não é como tu que os outros também deixam de o culpar por isso.

  3. JgMenos says:

    Se op Chega crescer na medida da resistência da cretinice esquerdalha terá grande futuro.

    Os idiotas comem toda a merda do corretês com a avidez de quem disso faz depender a sobrevivência de uma ideologia moribunda.

  4. Julio Rolo Santos says:

    PSD sem Rui Rio é voltar ao tempo de Passos Coelho e seus acólitos. O país precisa de seguir em frente e não voltar ao salazarismo. Mas os filiados é que sabem, para mim, é-me indiferente. Não sou do PSD mas respeito a decisão.


    • Este Relvas e demais ainda não entenderam……

      “Salvação do centro-direita passa por Passos Coelho e Paulo Portas, diz Miguel Relvas”

  5. Pedro Heath Aires Pereira says:

    São os insultos de uma esquerda que só fez e continua a fazer asneiras e que quer impor a ideologia marxista a todos. Quem não pensa como eles é fascista e xenófobo. Se o fascismo é condenável o comunismo não o é menos. Eu diria que até é pior porque teve mais tempo para reprimir, assassinar destruir.
    Quem escreveu isto deve achar que viver na Venezuela de maduro é que é bom.
    Eu votei no Chega e tenho provas concretas de que não sou xenófobo nem racista, enquanto o senhor só tem palavreado mas nunca o provou.
    Não são os esquerdelhos que nos vão impor as suas concepções erradas sobre o aborto, ideologia do género, chamar casamento a um emparcelamento homossexual e outras aberrações.
    Não pense que são os seus insultos castristas e maduristas que alguma vez vão calar a voz da razão e do bom senso.
    Pedro Pereira
    Lisboa

  6. Lidia Drummond says:

    do PASSOS COELHO TUDO SE ESPERA, NÃO PASSA DUM, ESQUIZOFRÉNICO infelizmente devido à sua genética. MENTIROSO COMPULSIVO COM MEMORAI DE GALINHA, POIS MENTE E POUCOS MINUTOS DEPOIS JÁ NÃO SE LEMBRA.

  7. JgMenos says:

    A esquerdalhada está inquieta!
    Com a chegada do Chega começa a convencer-se que tem o reino da treta ameaçado.

    Que chatice!
    O coral ameaça ficar desafinado!
    E se o PPC ressuscita o caso pode agravar-se…

  8. Anonimus says:

    O Passos Coelho ou quem vê a cmtv (devem ser todos de direita)?

  9. Miguel Martel says:

    O falar ininterruptamente em “fascismo em Portugal”, é obedecer à cartilha estalinista do PCP, e no geral a toda a esquerda e direita torta, servil à sinistra.
    O regime fascista foi criado e existiu em Itália durante uns 15 anos.
    Em Portugal nunca houve nem há fascismo.
    Para minha tristeza, é sentir os nefastos efeitos de governos corruptos e defensores daquilo que tanto criticam no fascismo ou no nacional socialismo: a matança de Inocentes=ABORTO e da eutanazi a.
    Já pensaram nos milhares de vítimas em Portugal deste infanticídio=aborto?

  10. Miguel Martel says:

    Este artigo é altamente malicioso, quase difamatório.
    1.º- o CDS está manietado por gente sem coragem e sem carácter…,por isso têm medo do Dr. manuel Monteiro;
    2.º-AVentura NÃO É XENÓFOBO…., ou ele é obrigado a gostar da invasão de estrangeiros, muitos deles, em especial se forem muçulmanos, querem viver á nossa custa e asfixiar a nossa cultura, impondo a viol~encia da deles.
    Haja gente com coragem como ele…, e honestos, coisa desaparecida do Parlamento há mais de 45 anos.

    • Paulo Marques says:

      Não é obrigado a coisa nenhuma, mas se tira achismos do bolso que não se admire que não o levem a sério.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.