Resumo das declarações de Rui Rio

Estavas a dizer que viste a minha mulher a f*****, a f*****, a f******. Que exagero! Estava só a f*****!

A leviandade de Carlos Guimarães Pinto

Se o seu trabalho como deputado for tão rigoroso como a sua escrita sobre Educação, estamos conversados.

Boas notícias para a liberdade…

Enquanto eleitor em Lisboa, fico satisfeito por ter votado na IL. Principalmente por perceber a irritação em alguns talibãs do politicamente correcto, do PSD à extrema-esquerda…

Agora percebe-se melhor

Manuel Monteiro volta ao CDS-PP

Assunção Cristas

“O CDS é demasiado pequeno para mim. Vou voltar para casa.” #discursosimaginários

Luís Montenegro

“O PSD está pior, mas eu estou melhor.” #discursosimaginários

Maioria absoluta

A maioria absoluta que governa o país desde 2005 voltou a ganhar as eleições, com a diferença de que o CDS se tornou dispensável. Mais uma vitória para a aliança PS-PSD.

Perdedores e perdedores

O crescimento do PAN e a possibilidade de André Ventura chegar ao Parlamento não são boas notícias e, neste caso, somos nós os perdedores. O partido dos cães e dos gatinhos e a xenofobia do Chega são extremismos que bem dispensava. Atendendo à pouca campanha que o Chega fez e olhando para os valores que atingiu, conclui-se que há muito populismo à espera de ser potenciado.

[Read more…]

Resultados eleições legislativas 2019

Projecções da Católica para as eleições legislativas 2019:

 

 

Parlamento resultante da eleição de 2015:

 

Legislativas 2019 (chat)

Estamos a resolver um problema do chat. Ficam aqui as mensagens trocadas até agora.

[Read more…]

A narrativa do apocalipse social e económico falhou

Diziam que os acordos não durariam um mês.
Duraram.

Diziam que a solução não sobreviveria após a devolução dos rendimentos.
Sobreviveu.

Diziam que não chegaria ao fim da legislatura.
Chegou.

[Read more…]

A triste sina de um país abstencionista

Dados sobre a afluência às urnas até às 16h revelam algo que não surpreende. A abstenção voltará a ser a grande vencedora destas eleições legislativas, como de resto foi em 2015, quando obteve a preferência de 43,07% dos portugueses.

É triste, muito triste, que a maioria dos portugueses opte por não exercer um direito que tanto sangue, suor e lágrimas custou aos homens e mulheres que lutaram contra a ditadura salazarista. Pobre democracia.

O fato de Tolentino de Mendonça

Lembrando as palavras de Donald Davidson, recordando uma das faces mais visíveis do drama e agradecendo esta imagem aos Tradutores Contra o Acordo Ortográfico, aqui ficam umas levíssimas canções de Billy Bob Thornton & The Boxmasters, a pesada explicação do Karl Childers/Billy Bob Thornton e os meus votos de um óptimo e espectacular domingo.