A doutrina Santana Lopes continua a dar os seus frutos

é preciso o fato
Mário Cesariny

***

É verdade que é importante estar atento à cruzada do Governo de Portugal e da Câmara Municipal de Lisboa, em nome do reforço da língua inglesa como língua de comunicação internacional. Todavia devemos continuar a prestar atenção a outros assuntos importantes, como o “agora facto é igual a fato (de roupa)” de Santana Lopes, que continua na ordem do dia no sítio do costume.

Exactamente. Efectivamente.

Desejo-vos um óptimo fim-de-semana.

***

Comments

  1. Professor B says:

    As alfaiatarias deixaram de estar em lay off e os fatos saíram à rua.

  2. POIS! says:

    Pois não é caso para tanto.

    Os funcionários do fisco agora têm que seguir um “dress code”, onde avulta o fato tributário. Fato esse que, como objeto inanimado e desprovido de razão, não é imputável.

    Lá na minha terra o povo até canta uma modinha a propósito:

    Se sofreres uma penhora,
    Vê lá não sejas octário.
    Exige que se apresentem
    Vestindo um fato tribuctário

    Tudo lógico, portanto.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.